Como-está-o-crescimento-do-e-commerce-no-Brasil-em-2018

Como está o crescimento do e-commerce no Brasil em 2018

Se existem dúvidas ainda a respeito da influência do e-commerce no desenvolvimento econômico do país, este post vai acabar com qualquer suspeita. Tudo porque o setor tem absorvido crescimentos exponenciais — e, detalhe: em um período de crise política e financeira alardeadas por todo o país.

Para avaliarmos então com qualidade as perspectivas dos últimos anos e a projeção para 2018, fizemos este post. Nos próximos tópicos vamos evidenciar alguns dos principais índices acumulados pelo e-commerce brasileiro e, os rumos do segmento de negócios digitais. Confira!

Um contraste com o momento do país

Enquanto a crise vinha sendo repercutida nos noticiários, um fato contrastante era sentido: o Brasil estava em sétimo lugar entre os países que mais fazem compras on-line — segundo o The Rankings For Online Markets. A expectativa, até 2021, é de que fiquemos entre os 5 primeiros colocados desse ranking.

Isso significa que existem possibilidades múltiplas de aproveitar o desenvolvimento do seu negócio, driblando, assim, qualquer eco de crise econômica que faça sombra à sua empresa.

A evolução do e-commerce no Brasil

Vale analisar o quanto o e-commerce foi expandindo nos últimos anos, veja só:

  • R$ 22,5 bilhões foi o faturamento anual do setor, no país, em 2012;
  • no ano seguinte, registrou-se um aumento de 24% em relação à 2012, com R$ 28 bilhões de faturamento.

Em 2017, mais um recorde: faturamento de R$ 43 bilhões, — um aumento de 7,5% em relação ao ano de 2016. Essa crescente, então, faz amimar os empreendedores comerciais e industriais, que podem investir em soluções práticas, ágeis e, que estão de acordo com os hábitos de consumo do brasileiro.

Projeções para 2018

O momento é de expansão, ainda: para 2018, a ABComm tem previsto um crescimento de 15%, o que daria um faturamento de mais de R$ 69 bilhões para o setor de e-commerce no Brasil.

Vale destacar que, com isso, não apenas os gestores de e-commerces faturam alto. A logística também é um mercado que deve lucrar alto com o aumento de pedidos. Isso significa que existem oportunidades para quem consegue desenvolver efeitos focados nesse mercado.

As tendências de uso para o e-commerce

Abaixo, reunimos algumas tendências tecnológicas que têm proporcionado uma projeção ainda mais otimista para o e-commerce brasileiro. São elas:

  • Tecnologia mobile: as pessoas estão usando os smartphones para acessar a internet. Cada vez mais! Assim, é fundamental que você pense em um modelo de e-commerce adaptável a esse tipo de tecnologia, caso pense em investir no setor;
  • Inteligência artificial: bastante usada para o atendimento ao cliente por meio de bots, a tecnologia tem contribuído para tornar o serviço digital mais ágil, personalizado e otimizado;
  • Forma de pagamento: flexibilidade, versatilidade e condições especiais. O comércio eletrônico tem menos custos e, por isso, pode aproveitar para oferecer atrativos diversos ao seu público-alvo;
  • Fidelização: a experiência do cliente vale ouro — para o mercado físico ou digital. Por isso, descubra como você pode sempre criar um atrativo diferente à experiência do seu consumidor e, assim, fidelizá-lo.

E então, deu para entender o sucesso do e-commerce e como se aproveitar dessa crescente demanda mercadológica? Agora, para ampliar o seu conhecimento a respeito do assunto, conheça também o que é o inbound commerce e os seus benefícios!

Facebook Comentário Box

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pin It on Pinterest

Share This