Conteúdo interativo aliado para estratégias de marketing

Conteúdo interativo: Aliado para estratégias de marketing

O conteúdo interativo é uma abordagem estratégica capaz de entreter, encantar e engajar o público — segundo a Go Gulf, 93% dos profissionais de marketing consideram o formato extremamente eficaz para alcançar esses objetivos, o que torna o conteúdo interativo um elemento competitivo e uma prioridade no Marketing Digital.

Ele pode ser criado e distribuído em vários formatos — desde calculadoras até lookbooks. As experiências geradas com o conteúdo interativo estimulam o diálogo do produto e fornecem dados para a qualificação de leads. Além disso, o conteúdo pode se tornar viral e potencializar os resultados de visualização, o que aumenta a exposição da marca.

Esses resultados são imprescindíveis para dimensionar as ações nas próximas etapas da jornada do cliente e até as estratégias da empresa em longo prazo. Se você quer garantir bons resultados para o seu negócio, continue a leitura: neste artigo contamos um pouco mais sobre o conteúdo interativo, seus principais formatos e o que considerar antes da sua criação. Confira!


O que é um conteúdo interativo?

O conteúdo interativo é apenas um formato de conteúdo que exige a participação ativa do usuário. Assim como o conteúdo tradicional, ele é criado para elucidar dores e suprir as expectativas das pessoas, o que o torna, automaticamente, uma oportunidade de qualificação de leads e aumento de vendas.

Embora muitas pessoas supõem que a adição de uma imagem em movimento transforma qualquer conteúdo estático em interativo, a real interatividade, capaz de trazer bons resultados para o negócio, é fornecida a partir do uso de ferramentas especializadas, como softwares e a experiência de bons profissionais.

A adição de interatividade é baseada no uso simultâneo ou individual de recursos sensoriais — sonoros, visuais e de toque, por exemplo. Algumas ferramentas mais avançadas, criam experiências baseadas em terceira dimensão (3D).

Os modelos que se adaptam melhor à interatividade também podem ser mais simples. Com isso, conteúdos interativos também podem abranger animações, questionários, widgets, jogos, calculadoras, solution finders, gráficos, mapas, sequências históricas, landing pages, e-books, lookbooks, infográficos, entre outros.

Conteúdo interativo


Quais as origens do conteúdo interativo?

Embora alguns conteúdos offline contêm certa interatividade, apenas o conteúdo digital é essencialmente interativo. Isso acontece porque nesses materiais os recursos em três dimensões são amplamente usados e elementos com características tridimensionais dificilmente terão a mesma amplitude e possibilidades sem a tecnologia.

Logo, o conteúdo interativo passou a ser amplamente difundido com a evolução tecnológica  — à medida que mais ferramentas eram disponibilizadas e mais profissionais tinham qualificação para operá-las, além da compreensão de conceitos estratégicos que poderiam ser aplicados para despertar o interesse dos usuários, novos materiais, cada vez mais bonitos, atraentes e dinâmicos, eram disponibilizados.

A ampliação do uso de redes sociais e a possibilidade de gerar engajamento viral do público também potencializam o uso de conteúdos interativos em postagens. Quem não se lembra do próprio Facebook, que no início de sua difusão no Brasil, publicava quizzes cujos resultados compartilháveis atraiam cada vez mais usuários para a plataforma?

Atualmente, muitas marcas criam pesquisas online para validar recursos e a usabilidade de produtos e serviços oferecidos ao mercado. As empresas que têm o data-driven como conceito-chave para a criação de estratégias mais acertadas, seja de lançamento de novos itens no portfólio, seja para prover melhores experiências de consumo aos seus clientes, usam largamente o formato interativo para coleta de dados de suas leads.

O marketing de conteúdo ainda se apoia na lógica passiva de acesso e visualização de conteúdos: as peças produzidas são consumidas ao longo do tempo e a participação dos usuários é limitada. Além disso, os resultados são observados em longo prazo e raramente são virais.

O conteúdo interativo tem ainda mais potencial: podemos considerar ele como parte essencial de uma estratégia de marketing 4.0. As peças têm o mesmo valor informacional, suprem demandas e anseios específicos do público, fornecem dados estratégicos para a tomada de decisão, tornam-se virais para atrair cada vez mais prospects e promovem a qualificação de leads para otimizar as conversões.

Assim, o formato pode ser usado em todas as etapas da jornada do consumidor sem comprometer a experiência de acesso. Além disso, o material gera visibilidade e reconhecimento de marca, pois o usuário reconhece o valor agregado com a experiência, além do que pode ser percebido pela própria transmissão de informação.


Qual a importância do conteúdo interativo para as empresas?

Já ressaltamos várias vantagens do conteúdo interativo em relação aos conteúdos estáticos e essa superioridade não é tão recente assim: segundo a pesquisa da Hubspot — Another State of Marketing Report — os vídeos são o principal formato de mídia usada na estratégia de conteúdo das empresas.

É notório o crescimento de formatos mais interativos, mesmo que o valor informacional não seja o principal motivo para a sua disponibilização. Um bom exemplo é o crescimento de canais no YouTube.

Muitos produtores de conteúdo na plataforma, baseada principalmente no conceito UGC (User Generated Content), ou conteúdo gerado pelo usuário, criam seus vídeos vislumbrando o faturamento com Ads.

Entretanto, aqueles que realmente fazem sucesso, também estão preocupados com a qualidade do material, para que a experiência da sua audiência seja realmente memorável durante o acesso ao conteúdo.

Com o conteúdo interativo, a qualidade das informações fornecidas é aliada à interatividade, por isso os resultados são excelentes para as empresas. Veja a seguir, os principais motivos para você investir em conteúdo interativo em seus próximos projetos.


Engajamento

Engajamento

Os conteúdos multimídia, como vídeos, imagens, áudios, etc., também podem ser associados aos conteúdos interativos para garantir o engajamento dos usuários. Entretanto, muitas peças são criadas com o intuito de fornecer dinamismo, porém simplicidade, para a visualização de dados.

Qualquer modelo escolhido tem grande potencial de engajamento e viralização. Conforme falamos, conteúdos que encantam o público tendem a ser mais curtidos e compartilhados.

Além disso, o tempo de visualização, potencializado pela quantidade de demanda de cliques e participação direta do usuário, atesta para os algoritmos, seja de buscadores, seja de redes sociais, que o conteúdo tem valor e merece ser ranqueado nas melhores posições.

Isso cria um ciclo virtuoso de visualizações e cada vez mais engajamento, que só aumenta a autoridade e o reconhecimento da sua marca em pontos de contato com o público.


Atualização

Os conteúdos interativos, ao contrário dos modelos tradicionais e estáticos, também são mais fáceis de atualizar. Existem plataformas digitais disponíveis para adicionar multimídia e atualizar todos os ativos digitais sem demandar nenhum tipo de esforço de criação.


Acessibilidade

O conteúdo digital é mais acessível: pode ser encontrado facilmente, visualizado de qualquer lugar e por meio de vários dispositivos — celulares, tablets, leitores eletrônicos ou PCs — com ou sem conectividade com a internet.

Ao adicionar uma camada de interatividade, com ferramentas e controle de design responsivo, você pode aumentar a característica acessível e melhorar a usabilidade do conteúdo, garantindo ainda mais “pontos” com os algoritmos que classificam suas páginas na Web e em plataformas de mídias sociais.


Colaboração

Colaboração

Se você não compreender a ideia principal do conteúdo interativo, pode destacar a sua dúvida durante o consumo para que ela seja acessada pelo autor, por exemplo.

Além disso, você pode fornecer feedback em tempo real para auxiliar outros usuários em suas experiências.

Outros formatos possibilitam que o usuário teste os seus conhecimentos em relação às informações que foram disponibilizadas. Dessa forma, o conteúdo interativo também é um excelente aliado de estratégias de treinamento e gamificação.


Coleta de dados

Coleta de dados

Conforme falamos, o conteúdo interativo permite a coleta de dados durante o acesso, o que significa que você poderá verificar por quanto tempo um leitor permaneceu em uma página específica do seu e-book, o volume de cliques em partes mais atraentes (ou não) ou qual a taxa geral de visualizações do material.

De acordo com a ION Interactive, 60% das empresas que usam esse formato de conteúdo monitoram melhor os seus usuários e, consequentemente, têm maior acurácia em suas decisões estratégicas. Já empresas que optam por peças estáticas têm apenas 25% de precisão em suas estratégias.

Tradicionalmente, os modelos de pesquisa de satisfação, como o NPS (Net Promoter Score), são preteridos pelos consumidores, seja pelo tempo que demandam na resposta, seja pela qualidade das perguntas, cujos motivos muitas vezes são incompreendidos.

O conteúdo interativo otimiza essa experiência, aumenta o comprometimento com a veracidade das respostas e pode encantar os seus clientes: que tal oferecer recompensas para os respondentes que conquistarem pontuações mais elevadas nas pesquisas?

Além disso, com o resultado, a empresa pode oferecer mais valor à experiência, produtos e serviços mais adequados para o estágio do cliente em sua jornada de consumo, pois as informações podem auxiliar no mapeamento exato do perfil do seu público.


SEO (Search Engine Optimization)

O conteúdo interativo também favorece estratégias de SEO. Isso porque a alta taxa de engajamento e participação, além das vantagens que citamos anteriormente, também aumentam o tempo de permanência dos visitantes na página.

Esse tempo é mensurado a partir do primeiro clique do usuário na página até a mudança ou encerramento de sessão. Mesmo com uma experiência de visualização satisfatória, se o tempo de permanência for curto, os algoritmos consideram baixa usabilidade, o que pode afetar a performance do seu site nos resultados de pesquisa (SERP — Search Engine Results Page).

Além disso, os conteúdos interativos ajudam a ganhar backlinks. O formato obtém mais linkagem orgânica porque a maioria dos profissionais de marketing conhece o valor das peças com interatividade para a experiência da sua audiência.

Os backlinks foram o primeiro core web vitals usado pelo Google para atestar a credibilidade e autoridade de uma página. Logo, links para outras páginas, além de aumentarem o tráfego qualificado para o seu site, também são um sinal de que o seu conteúdo tem valor e pode ser ranqueado nas primeiras posições — isso pelo ponto de vista dos algoritmos.

Search Engine Optimization


Retenção, qualificação e conversão de leads

Os conteúdos estáticos restringem os métodos de aprendizagem, pois eles demandam atenção exclusiva do usuário para o correto processamento das informações. Logo, o público não tem experiências personalizadas, exceto em sua própria imaginação.

Já o conteúdo interativo adiciona desafios que só podem ser respondidos se o usuário estiver atento e isso aumenta a capacidade de compreensão das informações e do valor daquele formato para a sua experiência.

Logo, o conteúdo interativo torna a participação do usuário mais atraente e estimulante em função de todos os recursos disponíveis. Além de gerar engajamento, ele otimiza a geração e qualificação de leads, porque melhora essa percepção dos consumidores pela marca.

Como o formato é altamente viral, a quantidade de pessoas que têm contato e acesso ao material também potencializam a capacidade de geração e retenção de leads.

Somado a isso, a empresa ainda consegue prover uma experiência de consumo de informações valiosas, o que aumenta a propensão dos prospects se tornarem leads — quanto mais leads entrarem pelo funil de vendas, maior será a tendência de conversão.

O maior volume de conversões também significa maior propensão de vendas recorrentes, principalmente se o usuário obter experiências qualificadas em todos os estágios da sua jornada.

Com isso, também aumenta-se o volume de clientes com potencial de fidelização e, consequentemente, as empresas que investem na produção de conteúdos interativos tendem a ser mais rentáveis e lucrativas.

Como produzir um bom conteúdo criativo?

A produção de conteúdo interativo é bem simples, mas demanda investimento em uma equipe de trabalho devidamente qualificada, tanto em escrita para web quanto em design e no uso de ferramentas especializadas.

O planejamento de algumas etapas de produção ajudam a melhorar os resultados obtidos. Veja algumas dicas que separamos para ajudar:

  • Sempre produza conteúdos de acordo com a persona do seu negócio — perfil semi-fictício, mas com características e anseios reais do público da sua empresa;
  • Escolha a etapa de funil adequada para a criação e divulgação do conteúdo interativo, pois, existe o momento certo para a disponibilização de informações para a lead. No fundo do funil, opte por quizzes e infográficos, enquanto que, no meio e no topo é possível oferecer e-books, lookbooks e solution finders, por exemplo;
  • Crie modelos responsivos, que se adaptem perfeitamente a qualquer tamanho de tela.

O conteúdo interativo é viabilizado pela transformação digital, mas também pode conter elementos dinâmicos que adicionam interatividade às peças offline. Independentemente do formato, essa nova modalidade do marketing digital pode fortalecer uma marca, tem alta capacidade de viralização e pode ser o principal artifício para a criação de uma campanha bem-sucedida — com altas taxas de visualização e engajamento.


Exemplos práticos de conteúdos interativos


Material interativo de como lavar a roupa 

Material Interativo Louro


Calculadora de Eficiência Energética em Caldeiras

Calculadora de Eficiência Energética da Coontrol


Simulador da Área Central

Simulador Area Central


Projeto de realidade virtual PJ 360


 

Rodrigo Coontrol
Rodrigo Lorensetti – Diretor da COONTROL

“Ela faz a análise técnica da performance e a classificação energética das caldeiras. Além disso, tem outra função importante, calculando o desempenho financeiro e de custos.

Nessa análise, o cliente/usuário consegue perceber e saber facilmente quanto é possível reduzir custos, com base na operação atual do equipamento. E a LABRA foi parceira fundamental na construção desta ferramenta. Após receberem o levantamento técnico das equações e formulações matemáticas, fizeram a programação rodar/funcionar do jeito que gostaríamos.

O resultado foi incrível. Em seis meses de uso desta ferramenta, tivemos um balanço muito positivo. Foram mais de 700 análises e novas prospecções, que acreditamos serem futuros negócios.

Além dessas prospecções, temos uma riqueza muito grande nas informações. Ou seja, a certeza da viabilidade do payback de cada análise. As propostas não são atoa, têm fundamento técnico por trás e, na prática, são os clientes que fazem essa pergunta: Por que não investir? Quanto custa não investir numa melhoria proposta pela Agência LABRA?”


Agora que você sabe a importância do conteúdo interativo para a sua estratégia,
que tal entrar em contato com a Labra e descobrir como ter o seu próprio projeto?

Facebook Comentário Box

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pin It on Pinterest

Share This