Descubra as vantagens de ter uma comunicação padronizada

Descubra as vantagens de ter uma comunicação padronizada

Uma marca com identidade forte tem mais chances de crescer no mercado. Uma das razões para isso é que padrões de comunicação bem definidos são essenciais para que a empresa transmita uma imagem mais profissional para os seus clientes e parceiros.

Além disso, uma boa identidade visual, parte importante de uma comunicação padronizada, é essencial para que os consumidores consigam reconhecer de longe os produtos da marca. Saiba mais:

Por que é essencial padronizar a comunicação da empresa?

Você sabe qual é o segredo do sucesso de empresas como a Coca-Cola e a Apple? Um excelente planejamento de marketing e uma comunicação padronizada. É fácil reconhecer a fonte utilizada na logo da marca de refrigerante, por exemplo, assim como o tom de vermelho usado nos rótulos dos seus produtos. O mesmo vale para a marca fundada por Steve Jobs: quem não reconhece os produtos da marca da maça?

Todas as ações de marketing das grandes empresas – desde os rótulos dos produtos até os e-mails enviados aos clientes – seguem um planejamento muito bem estruturado, que tem como base uma comunicação pré-estabelecida.

Porque isso contribui para o sucesso das empresas? Porque quando alguém compra um aparelho da Apple sabe qual é a qualidade do produto que está comprando. Também sabe que tem uma grande empresa por trás do aparelho, que se responsabiliza por problemas de fabricação, por exemplo, e que está pronta para dar o suporte necessário para a satisfação dos seus consumidores.

O mesmo vale para a Coca-Cola. Independente da parte do mundo em que você esteja, ao ver uma lata da empresa à venda, você sabe que sabor esperar quando compra o produto. Isso é resultado de um trabalho muito bem desenvolvido para garantir a padronização da comunicação da marca. Os padrões fortalecem a identidade da empresa, ajudam a aumentar a confiança dos consumidores e fazem com que o negócio seja mais forte e competitivo no mercado.

Os benefícios da comunicação padronizada

Como um complemento do que foi apresentado no último tópico podemos nos estender aos benefícios — palpáveis ou intangíveis — de investir em uma comunicação padronizada, como:

Sua marca se apresenta para o mercado

Por meio da sua identidade visual e o alinhamento da comunicação de sua marca, o público passa a reconhecer de imediato o seu negócio. Como exemplo, releia o trecho acima sobre a Apple ou a Coca-Cola.

Peça já um orçamento para montar o seu site de vendas! | Agência Labra

Muitas propagandas ou mesmo novidades dessas empresas são rapidamente absorvidas pelo consumidor — e também de quem não faz uso das soluções dessa empresas — porque elas têm uma comunicação padronizada e que já faz parte do inconsciente das pessoas.

Sem falar que essas mensagens já falam muito a respeito da história e os valores institucionais das empresas. É só uma questão, em seguida, de enraizar essas qualidades nas suas abordagens, que o tempo vai disseminá-las no ideário dos seus clientes e consumidores em potencial.

Mais referência e autoridade à empresa

Empresas sem um DNA criam um apelo genérico ao consumidor. Afinal de contas, por que optar pelo seu negócio em detrimento de tantas outras empresas similares?

Ao cuidar dessa etapa determinante para o crescimento e individualismo da sua empresa, a questão desse cliente em potencial é respondida prontamente. Porque a sua marca é única, agrega valor à decisão de compra da pessoa e gera identificação com ela.

Mais canais de comunicação para se expor

Por meio do marketing digital, as empresas podem fazer uso da comunicação padronizada e, assim, estar sempre ao alcance do consumidor. E mais: mostrar sempre que existe uma identidade por trás desses canais.

Pense nas possibilidades de marcar o seu território e mostrar a relevância de sua empresa quando a abordagem e interação com os consumidores são iguais nos diversos materiais e plataformas de comunicação, como:

  • materiais impressos;
  • site institucional;
  • blog;
  • e-mail;
  • redes sociais;
  • anúncios pagos.

E é inegável, também, o apelo desse tipo de estratégia internamente. Para os seus colaboradores, a comunicação padronizada é mais um passo certo para gerar vínculos sólidos e duradouros, que agreguem identificação e façam as pessoas vestirem a camisa da empresa.

Como padronizar a comunicação do seu negócio

O primeiro passo é definir a identidade da empresa. Quais serão as cores, a logo e a linguagem que caracterizarão a sua marca? Conhecer o perfil do público-alvo da empresa é algo essencial nessa hora.

Depois, é preciso definir estratégias para fortalecer a identidade visual. Alguns materiais são eficientes para isso:

  • placa de sinalização na frente da empresa e outras peças de divulgação, como o outdoor;
  • materiais de papelaria personalizados, como pastas, blocos, agendas, cadernos e assim por diante;
  • brindes com a logo e as cores da empresa, para distribuir entre os seus clientes e parceiros;
  • cartões de visitas padronizados para os colaboradores – principalmente para aqueles que lidam diretamente com o cliente;
  • assinaturas padronizadas de e-mail;
  • catálogos de produtos padronizados;
  • embalagens de produtos;
  • elementos visuais incluídos no site;
  • móveis e decoração – os itens que compõem a loja física também devem seguir a linha de comunicação escolhida pela empresa;
  • veículos utilizados pelo negócio – os carros usados para fazer entregas, por exemplo, devem ter adesivos personalizados que ajudem a reforçar a identidade.

Todos esses materiais devem apresentar os elementos definidos na identidade da empresa. A ideia é criar um material unificado, que mostre que a sua empresa apresenta padrões de qualidade – que vão desde a comunicação até os produtos e serviços oferecidos.

O resultado é o aumento da credibilidade da empresa, mais segurança – uma vez que os e-mails enviados pelos seus colaboradores, por exemplo, podem ser facilmente identificados pelos elementos visuais – e melhores materiais para distribuir entre seus clientes e parceiros de negócio.

Cuidado com a padronização da sua identidade

Por fim, convém tomar cuidado com algumas características que podem, em vez de gerar um efeito positivo, causar a sensação contrária na sua audiência. Um bom exemplo disso é a falta de sintonia na comunicação. Quando não há perfeito alinhamento entre o tom de voz da sua marca, as suas intenções dispersam rapidamente no imaginário do consumidor.

Além disso, um erro comum que os empreendedores cometem, em seus objetivos de compor uma comunicação padronizada, é deixá-la por último na estruturação da empresa.Isso porque os valores implícitos e evidentes, na sua mensagem, fazem parte das qualidades institucionais da empresa. Eles já estão lá desde o princípio, e ao reunir essas condições para se relacionar com o consumidor, você está dando o tom do DNA da sua marca.

Baixe agora nosso portfólio de sites | Agência Labra

Só que, ao deixar isso entre as tarefas de menor prioridade, você já se comunicou, se relacionou e já divulgou uma série de materiais — on-line e off-line. E isso marca, porque a personalidade do seu negócio vai ficar em segundo plano, posteriormente, descaracterizando-a e tornando a associação do consumidor muito mais desafiadora.

Só que a comunicação padronizada não é a única coisa que a sua empresa deve se ocupar — ao mesmo tempo — para atrair clientes e fidelizá-los. Para investir também em tecnologia, convidamos você a entender porque sua empresa deve ter um site mais responsivo!

Marketing digital para pequenas e médias empresas

Marketing digital para pequenas e médias empresas

Que o marketing digital é essencial para atrair clientes e garantir a competitividade no mercado é algo que quase todo mundo já sabe. Mas uma dúvida comum é: será que as pequenas empresas também precisam investir em estratégias online?

Com certeza! Os meios digitais trazem uma série de novas possibilidades – e de benefícios – para as empresas. E isso não se restringe às grandes marcas. A possibilidade de mensurar resultados, de segmentar o público-alvo e de construir audiências também pode e deve ser aproveitada pelos negócios de menor porte. Quer saber como implementar estratégias online na sua empresa? Contamos neste post, acompanhe!

Quais são os benefícios do marketing digital para as pequenas empresas?

E se houvesse uma forma econômica de fazer marketing direcionado para o seu público-alvo? E se este marketing permitisse atrair uma quantidade considerável de novos clientes, além de criar uma base de contatos segmentada por etapa na jornada de compra? Tudo isso já é possível utilizando recursos digitais, como o e-mail, as redes sociais e os blogs.

Quando você cria um espaço online para compartilhar dicas e informações importantes, por exemplo, tem grandes chances de atrair a atenção dos seus potenciais clientes para a sua marca e, consequentemente, para os seus produtos. Já as redes sociais são excelentes meios para aumentar o engajamento de quem já consome os seus produtos e serviços. Vale dizer que quanto mais engajados são os clientes, mais eles promovem a sua empresa para amigos e familiares – e são estas as recomendações, as de clientes reais, mais valorizadas pelos consumidores atualmente.

A possibilidade de mensurar os resultados de cada ação digital realizada é mais uma vantagem do marketing online. Com este recurso, é possível medir o alcance de cada ação, reorganizar estratégias e otimizar investimentos.

Vale destacar, também, outros benefícios palpáveis de investir no marketing digital para pequenas e médias empresas, como:

Presença digital

O marketing digital é democrático em criar disputas entre as empresas interessadas em obter uma fatia maior do seu mercado de atuação.

Ao investir nessa estratégia, sua empresa fica ao alcance de um público qualificado — como já mencionado — a conhecer os seus produtos e serviços. E, com o tempo, mais conteúdos seus podem ser melhor ranqueados nos mecanismos de busca e gerar alta competitividade.

Vale destacar que a presença digital é uma maneira atual, acessível e eficaz de transformar a sua pequena ou média empresa em uma referência no assunto que você domina, enfrentando de frente os grandes nomes do setor.

Mais credibilidade à sua marca

Quanto mais presença digital e conteúdos gerados, que tenham a ver com o perfil e a demanda da sua marca, mais credibilidade terá a sua empresa.

Pense assim: por meio de conteúdos elaborados e outras ações de marketing digital, você soluciona pequenos problemas na rotina dos seus clientes em potencial.

Com isso, você consolida gradativamente a sua marca no mercado. Algo que vai fazer com que as pessoas confiem mais na sua empresa

Mais competitividade

Já destacamos esse aspecto, mas vale o reforço: o marketing digital é um conjunto de estratégias acessíveis. Você pode colocar a sua empresa no “mapa digital” e disputar esse espaço com grandes marcas. Basta bolar uma estratégia que gere resultados.

Fidelização dos clientes

Por fim, é importante observa que o alinhamento de suas ações com o funil de marketing dos seus clientes permite que eles comprem com você. E mais: que volte a comprar com você.

Afinal, o marketing digital é também uma ferramenta de pós-venda, que facilita a interação com os clientes e apresente continuamente novidades para mantê-los interessados no que você tem a dizer e no que tem a oferecer também.

Como implementar estratégias digitais em pequenos e médios negócios?

O marketing digital permite que as empresas de menor porte tenham tanto acesso ao consumidor quanto as grandes empresas. Aqui, não tem mais visibilidade quem gasta mais com publicidade, mas sim quem faz o melhor planejamento e sabe aproveitar melhor os recursos disponibilizados pela internet.

A sua empresa já tem um bom site? Já compartilha artigos relevantes em um blog? Já tem perfis oficiais nas redes sociais? Mas, atenção: não basta criar estes espaços online, é preciso alimentá-los com frequência. Também é preciso encontrar o tom de linguagem certo para garantir uma comunicação direta com o seu público-alvo.

Além disso, é fundamental medir os resultados alcançados. Analise métricas, como: número de acessos no site, tempo médio que cada visitante fica na página, interações nas redes sociais e outros números que possam influenciar o alcance digital da sua empresa. Use estes dados para aprimorar as suas estratégias e para garantir que mais novos clientes sejam atraídos.

Quais são os desafios do marketing digital para pequenas empresas?

Abaixo, vamos destacar alguns dos grandes desafios que as empresas — independentemente do seu porte ou segmento — enfrentam para fazer render as suas ações de marketing digital:

Big Data

Diante do volume imenso de dados gerados a cada segundo, cabe aos empreendedores ter em mãos as ferramentas certas para analisar as informações digitais mais alinhadas aos seus objetivos. Assim, os resultados tendem a aparecer com qualidade;

Diferentes tecnologias

Não há como negar que, diariamente, novas tecnologias e tendências digitais pipoquem diante da sua tela. Daí a importância em manter-se atento a elas e identificar, rapidamente, quais são realmente eficientes para as suas ações.

Do contrário, você vai modificar constantemente os processos, em busca de melhorias, e as decisões equivocadas podem manter a sua empresa em um estágio de estagnação de resultados.

Acirramento de concorrência

Muitos já se deram conta de que o marketing digital é uma solução revolucionária e que está em contínua expansão. Cabe dizer que as empresas que se antecipam a isso têm mais chances de conquistar o seu público-alvo.

Mas a competitividade já é elevada e, por isso, é importante avaliar as melhores estratégias para a sua empresa. E, se possível, dispor de um auxílio profissional que enriqueça ainda mais a tomada de decisão para as soluções em marketing para as pequenas e médias empresas.

O marketing digital traz uma série de novas possibilidades para as grandes, médias e pequenas empresas. Você já aproveita o potencial da internet para divulgar o seu negócio? Para saber mais a respeito, faça o download gratuito do nosso e-book de Marketing Digital para Pequenas e Médias Empresas!

Funil de Marketing: entenda como funciona a primeira etapa

Funil de Marketing: entenda como funciona a primeira etapa

Se você já pesquisou um pouco a respeito do marketing digital, deve ter descoberto que um dos grandes trunfos de sua aplicação está na segmentação de estratégias. E que, como resultado, você se aproxima mais das necessidades e objetivos do seu público-alvo, certo? Pois essa jornada tem um nome: funil de marketing. 

A ideia é simples: o seu consumidor passa — simbolicamente — por um afunilamento desde o momento em que ele descobre ter um problema a ser resolvido até decidir-se pelos seus produtos ou serviços. No marketing digital o funil de marketing possui uma jornada de compra que seu público-alvo percorre, dividida em 3 etapas.

Neste post, vamos falar sobre a primeira etapa dele, expondo tudo o que você precisa saber para alinhar com mais qualidade suas estratégias com o perfil do seu consumidor ideal e atraí-lo até você. Boa leitura!

As etapas do funil de marketing

Como destacamos, acima, a jornada de compra do funil de marketing é tradicionalmente dividida em 3 etapas. São elas:

  • Topo de funil — onde estão os momentos de aprendizado e descoberta do consumidor;

Nesta fase os visitantes estão interessados em satisfazer uma necessidade ou resolver um problema que na maioria das vezes nem sabem que possuem, muito menos que tipo de empresa contratar ou produto a ser adquirido.

  • Meio de funil — onde estão os momentos de reconhecimento do problema e consideração da melhor solução;

No meio do funil os visitantes já estão avançados no processo de compra, pois eles já sabem o problema que possuem e estão em busca de uma solução para resolve-los, mesmo que ainda não saibam como fazer. Esta é a hora da sua empresa converter estes visitantes em leads, e ajuda-los a identificar a solução para o seu problema.

  • Fundo de funil — onde está o momento de decisão da compra.

Esta é a fase onde você precisa convencer os leads qualificados que a sua empresa possui a solução ideal para resolver o problema dele, tornando-os oportunidades de negócio para o time comercial realizar a venda.

Em baixo, uma imagem para explicar de maneira mais simples esse processo:

Funil do marketing | Agência LABRA

Cada uma delas possui, portanto, uma maneira de abordar, relacionar-se e instigar continuamente a curiosidade e o interesse do cliente em potencial.

Como o marketing digital está profundamente ligado ao mantra de enviar a mensagem certa, para a pessoa certa, no momento certo, o funil assume o protagonismo de suas ações estratégicas.

O topo do funil

Vamos considerar que, no topo do funil, você sabe quem é o seu público-alvo, mas ele desconhece a sua empresa e, tampouco, os seus resultados. Ele ainda pesquisa termos genéricos nos mecanismos de busca (como o Google) sobre o problema que ele enfrenta.

E é aí que o funil de marketing deve ser trabalhado: de modo que o usuário (ainda anônimo, nessa etapa) tenha as suas dúvidas plenamente esclarecidas. É aqui também que você precisa agregar valor ao conteúdo que foi gerado para isso.

Afinal de contas, a concorrência também está de olho no seu funil e em criar as mesmas respostas para o usuário. Nessa competitividade exclusivamente digital, ganha quem conhece melhor o seu público e se posiciona melhor entre os resultados da busca on-line.

Ou seja: para cada etapa do funil, uma abordagem diferenciada deve ser adotada e fazer parte do seu planejamento. Quer saber a importância disso?

É o primeiro contato com a sua marca

A primeira impressão ainda é a que fica. Especialmente, em um mundo tão dinâmico quanto este digital em que vivemos. O tempo que um usuário leva para decidir se vai continuar a leitura ou não é muito rápido. E, por isso, seus conteúdos devem ser únicos!

Por unicidade, vamos entender que o conteúdo criado deve ser:

  • exclusivo;
  • impactante;
  • relevante;
  • encantador.

Do contrário, o que diferencia a sua empresa de tantas outras no mercado? Por isso, no topo do funil de marketing você já deve se apresentar como a principal referência naquele assunto.

É a hora de se apresentar

Complementando o que falamos acima: quanto mais relevante o seu conteúdo, mais o consumidor vai acompanhar as novidades — seja no blog, nas redes sociais ou em seu site institucional.

Com o tempo, ele vai buscar automaticamente as suas páginas para encontrar uma resposta similar à dúvida esclarecida anteriormente. Isso, sem dúvidas, é o diferencial que vai construir a sua autoridade no mercado. Para aquele usuário, a princípio, mas que se estende facilmente para os outros clientes em potencial com as mesmas dúvidas.

O conteúdo de marketing digital para o topo do funil

Pois se o tempo todo falamos de direcionamento e segmentação, é de se imaginar que cada etapa do funil possui um ou, mais tipos específicos de conteúdo para engajar o consumidor.

Funil de vendas: etapa de atração | Agência Labra

E, no topo do funil, a intenção principal é:

  • criar estratégias de fácil entendimento para resolver um problema do público-alvo;
  • gerar conteúdos acessíveis e presentes onde a sua audiência mais passa o tempo (nos mecanismos de busca e nas redes sociais, por exemplo);
  • atrair potenciais clientes.

Para atingir esses objetivos, uma série de estratégias de conteúdo pode ser desenhada para colocar o consumidor em contato com a sua empresa. Algumas delas:

A importância do blog e das redes sociais

Por meio de um blog corporativo você pode concentrar todos os conteúdos relevantes criados. Isso facilita a busca do consumidor, quando pesquisa por termos relacionados nos mecanismos de busca, e permite que o blog se torne o epicentro desse primeiro contato.

O interessante é que o blog pode ser usado para:

  • atrair clientes em potencial;
  • mensurar dados importantes, como a quantidade de acessos, os posts mais lidos, quais conteúdos mais despertam o interesse do leitor etc.;
  • gerar mais presença digital para a sua marca;
  • coletar dados qualitativos sobre o seu público-alvo.

Só que o blog não é a única ferramenta proveitosa nessa etapa do funil de marketing. As redes sociais também são excelentes meios de comunicação para você atrair, relacionar-se e até mesmo, divulgar tudo a respeito da sua empresa.

É um método complementar que funciona até mesmo como ferramenta de vendas, quando usada estrategicamente. Tudo isso, é claro, produzido em alinhamento com as etapas do funil e, a demanda gerada pela sua audiência.

Além disso, existem outros tipos de conteúdos, no marketing digital, que podem reforçar o sucesso de suas estratégias por meio do funil de marketing, como:

  • newsletters;
  • e-mail marketing;
  • conteúdos do site otimizados com técnicas de SEO.

Com a ajuda de uma agência de inbound marketing, os seus objetivos e metas são planejados com muito mais profissionalismo, feito por quem entende as suas necessidades. Isso pode se traduzir em resultados mais rápidos, bem como um retorno mais qualitativo do investimento.

Agora, para complementarmos tudo o que vimos aqui e facilitar ainda mais o tracejado de suas estratégias em marketing digital, não deixe de conferir também nosso artigo que explica como vender mais otimizando o seu funil de vendas!

Marketing Digital para Pequenas e Médias empresas | Agência Labra

Inside Sales e Inbound Marketing: Por que sua empresa precisa ter

Inside Sales e Inbound Marketing: Por que sua empresa precisa ter

A transformação digital que vem nos acompanhando ao longo dos últimos anos também modificou a maneira de vender e se relacionar com os clientes. Nada mais justo, afinal de contas, se a tecnologia ajudou a encurtar distâncias, por que não fazer uso de técnicas e ferramentas que possibilitem isso — como é o caso do Inside Sales e do Inbound Marketing.

Você sabe o que significam esses termos e, principalmente, o que eles podem fazer para impulsionar o seu negócio? Neste post, nós vamos falar sobre cada um deles, de modo que fique ainda mais perceptível os benefícios que você pode absorver para o DNA da sua empresa. Confira!

O conceito de Inside Sales

O significado do termo se aproxima bastante do seu conceito: trata-se de um modelo de vendas interno, em que os seus colaboradores não saem às ruas.

Para isso, eles se apoiam em facilidades tecnológicas que contribuam com o desenvolvimento do seu trabalho. Algo que ajuda a minimizar os custos — como de deslocamentos —, aumenta a produtividade de sua equipe de vendas e também integra os setores da empresa.

Você pode achar que estamos falando, por exemplo, de telemarketing ativo — um modelo de vendas já bastante antigo e praticado. Só que o Inside Sales é trabalhado de maneira distinta. Especialmente, porque os argumentos de vendas, hoje em dia, são mais complexos.

O consumidor tem acesso fácil à informação desejada. Portanto, não basta um vendedor convencê-lo de que o seu produto ou serviço é melhor, e pronto. A questão atual está em compreender o perfil do consumidor e aprender a relacionar as suas soluções às dificuldades, desafios e objetivos do seu público-alvo.

Os benefícios do Inside Sales

Antes de destacarmos como o Inside Sales contribui com a citação acima, vamos compreender os benefícios em adotar a sua prática no cotidiano de sua empresa:

  • redução de custos com logística;
  • otimização do tempo produtivo de sua equipe;
  • os vendedores conseguem atender melhor, e de maneira mais personalizada, os clientes.

E sabe por quê? Justamente, porque o Inside Sales pode ser enriquecido a partir dos resultados gerados com o Inbound Marketing. Por meio de suas ferramentas e técnicas, os seus vendedores são antecipadamente alimentados com informações valiosas sobre aquele consumidor em particular.

Como resultado, ele pode planejar a sua abordagem e criar argumentações impactantes, que promovam um diferencial na experiência de compra do seu cliente em potencial.

O conceito de Inbound Marketing

Quando muitas das técnicas de marketing foram transformadas em ações digitais, o mercado como um todo foi influenciado. E foi assim que o comportamento do consumidor mudou e as empresas tiveram que se ajustar às transformações.

Pois quando falamos, anteriormente, que o Inside Sales é abastecido com informações de qualidade sobre os clientes em potencial, estamos nos referindo ao que o Inbound Marketing pode coletar para eles.

Em resumo: o Inbound Marketing se resume a enviar a mensagem certa, para a pessoa certa e no momento certo. Isso se faz por meio de uma produção de conteúdo que ajude a responder todas as dúvidas que o seu público-alvo tenha e use a internet para solucioná-las.

Os benefícios do Inbound Marketing

Identificar o perfil do seu consumidor e gerar conteúdos que estimulem uma relação com ele são os benefícios imediatos do Inbound Marketing. Mas existem outras vantagens nessa prática, como:

  • proximidade maior com os clientes, continuamente aprendendo como resolver os seus problemas;
  • soluções acessíveis — ainda mais, quando comparada com as ações tradicionais de marketing;
  • ótimo ROI (Retorno sobre o Investimento);
  • gera presença digital à sua empresa, e constrói gradativamente uma imagem de autoridade no assunto.

Vamos a um exemplo prático disso? Digamos que você identificou o problema do seu público-alvo e sabe como o seu produto ou serviço pode resolvê-lo.

Assim, você começa a compartilhar na internet — seja no seu blog, site institucional ou nas redes sociais — os conteúdos que ajudem a responder as dúvidas que ele pesquisou nos mecanismos de busca da internet (como o Google).

A partir dessas respostas satisfatórias, você consegue guiar o usuário — até então anônimo — pela sua jornada de compra, que é previamente traçada também pela sua equipe de marketing.

Essa relação vai sendo gradativamente alimentada, com o consumidor liberando aos poucos algumas informações pessoais, o que demonstra interesse em saber mais a respeito da sua empresa. E é aí que o Inside Sales vai fazer toda a diferença.

O Inside Sales e o Inbound Marketing dentro da empresa

Com base no que vimos, a integração entre setores (marketing e venda) é determinante para o sucesso de sua empreitada. Com as informações obtidas pelo time de marketing, os vendedores internos vão abordar o consumidor com muito mais qualidade.

Não se trata mais, portanto, de empurrar o seu produto ou serviço: as empresas devem solucionar o problema do cliente. E isso só é feito com um nível de excelência inquestionável quando se conhece profundamente a pessoa com quem você está lidando.

Esse modelo pode ser praticado por empresas de qualquer porte ou segmento de atuação. E mais: ele já está sendo adotado, provavelmente, por boa parte da sua concorrência.

Estamos cada vez mais conectados, dinâmicos e digitais. Negligenciar essas estratégias que rendem resultados e expõem a sua empresa como uma referência no seu ramo de atuação é uma oportunidade valiosa para atrair mais clientes — e fidelizá-los — com menos custos.

Sem falar que a sua marca tem muito a se beneficiar a partir de uma equipe integrada e alinhada a conquistar os mesmos objetivos. Profissionais que atuam coletivamente podem render os resultados desejados com muito mais harmonia, desenvolvendo a sua empresa.

Quer saber, então, como esse tipo de solução pode ser adotada na realidade do seu negócio? Para isso, recomendamos que você compreenda o que o Inside Sales e o Inbound Marketing podem fazer pela sua marca, e como as suas estratégias podem ser aplicadas.

E isso pode ser feito por meio da leitura de outro artigo nosso, que explica como uma agência de Inbound Marketing pode fazer esse trabalho específico para você. Boa leitura!

 

Agência de Inbound Marketing: por que sua empresa deve contratar uma?

Agência de Inbound Marketing: por que sua empresa deve contratar uma?

O inbound marketing — assim como o marketing digital — chegou para ficar. Algo que se pode perceber a partir de inúmeros cases no mercado sobre como uma agência de inbound marketing promoveu mais presença digital às empresas, atraindo um público qualificado e por meio de ações de relacionamento.

Isso tudo faz parte do trabalho de uma agência de inbound marketing, mas também desse conjunto de técnicas e tecnologias. A questão que pode fisgar na mente empreendedora é: por que contratar uma agência, e não internalizar esse tipo de trabalho?

Para responder a essa pergunta, neste post nós vamos destacar as diferenças entre as alternativas, e apontar o quanto a sua empresa tem a se beneficiar com um investimento em inbound marketing. Acompanhe!

A importância em investir no inbound marketing

As empresas, independentemente do seu porte ou ramo de atuação, estão de olho no inbound marketing. O cenário está cada mais competitivo e,  por isso, o investimento em inbound marketing não se faz apenas necessário: a tomada de decisão deve ser assertiva.

Isso significa que a margem para erros é menor do que era há alguns anos e que você deve se portar como um especialista desde o princípio. Afinal, é essa a imagem que você mostrar ao seu público e fazer com que, gradativamente, suas páginas cheguem ao topo do Google.

É seguro dizer, então, que o investimento de inbound marketing se configura em algo fundamental para o desenvolvimento da sua empresa. Abaixo, destacamos alguns dos principais benefícios nessa ação estratégica:

  • mostra-se relevante para o seu consumidor com conteúdos de impacto e relevantes;
  • monitoramento em tempo real das ações, permitindo ajustes pontuais;
  • consequente valorização do seu investimento;
  • ações de marketing que atraem o consumidor;
  • mais reconhecimento de sua marca;
  • boa capacidade em converter visitantes on-line em clientes;
  • excelente ferramenta de fidelização.

Vamos ver, então, qual é a melhor opção para o seu negócio, entre internalizar o serviço ou contratar uma agência de inbound marketing?

As opções de internalizar ou usar uma agência de inbound marketing

Ao internalizar o trabalho, a sua empresa pode se beneficiar de ter uma equipe próxima e inteiramente focada em seus objetivos. No entanto, o processo, em si, é mais dispendioso e demorado.

Imagine, por exemplo, os custos relacionados à infraestrutura, contratação de profissionais, treinamento e tecnologias para colocar em prática o seu projeto?

Agora, com uma agência de inbound marketing, os conteúdos elaborados — bem como as outras estratégias — são mais fáceis de implementar. Mas não apenas isso: existem também outros motivos que poderiam fazer você considerar uma agência de inbound marketing.

E, para mostrar a você algumas das vantagens em optar por essa opção, vamos destacá-las logo a seguir:

Time de especialistas à sua disposição

Lembra que falamos a respeito do tempo e investimento necessários para colocar em prática o seu time interno de marketing? Pois então: com uma agência de inbound marketing, o trabalho é aplicado rapidamente e por profissionais com elevado grau de conhecimento.

Sem falar que eles se adaptam rapidamente às suas exigências, necessidades e objetivos. Com isso, economiza-se em tempo e no seu orçamento para obter resultados satisfatórios.

Além disso, uma agência de inbound marketing oferece um conhecimento em 360° para implementar a sua estratégica. Por exemplo: internamente, você necessitaria de planejamento, designers, profissionais de redes sociais, redatores…

A lista é extensa e, por meio de uma agência especializada, você conta com todos esses profissionais de uma só vez.

Economia diversificada

Vale resgatar o tempo economizado, bem como a assertividade no seu investimento. Com uma agência de inbound marketing você não precisa focar nas tendências de mercado, nas tecnologias emergentes e no contínuo aperfeiçoamento dos seus profissionais.

Isso tudo é responsabilidade da empresa que você contratar. São eles quem vão buscar novidades continuamente e oferecer, para a sua empresa, soluções que a concorrência no seu ramo de atuação ainda não pensou ou explorou devidamente.

Consultoria para o planejamento de ações

Toda a experiência da agência de inbound marketing se traduz em uma consultoria contínua e em tempo real a respeito das melhores alternativas para o seu negócio.

Por exemplo: em um primeiro contato já é possível esboçar o planejamento e traçar planos de ação. Em curto e médio prazo, isso se mostra de grande importância para você sair à frente da concorrência e gerar a tão desejada vantagem competitiva.

Alta performance

Por fim, vale destacar que uma agência de inbound marketing entende de resultados como ninguém. E isso vai desde o planejamento ao ajuste de estratégias que, a princípio, não renderam o esperado.

Não pense que por terceirizar o serviço os profissionais não vão lutar por resultados. Pelo contrário: eles sabem como alcançá-los e vão trabalhar continuamente para oferecer os aspectos positivos desejados por meio do seu investimento em negócios digitais!

A escolha assertiva pela melhor agência de inbound marketing

Com base no que falamos acima, tudo parece muito bem encaminhado para a sua empresa ser potencializada pela experiência de uma agência, certo? Acontece que isso nem sempre é possível. Afinal, existem empresas que podem se vender bem, mas não oferecem resultados.

Por isso, é importante que você e a sua equipe dediquem todo o tempo necessário para compreender se as empresas pesquisadas compreendem, de fato, as suas necessidades e conseguem caminhar com você rumo ao cumprimento dos objetivos estipulados.

Para ajudar em sua decisão, abaixo nós destacamos algumas questões que devem ser respondidas antes de fechar o contrato. Entre elas:

Proximidade

Não exatamente física — embora possa ser um diferencial para a realização de reuniões periódicas —, mas de estar sempre por perto mesmo. Isso significa muito para que as empresas percebam que a agência de inbound marketing se preocupa com o planejamento, as ações e os resultados para aquela estratégia.

Relevância da agência

A empresa em questão consegue provar, com números, que os resultados prometidos para você foram atingidos em outras oportunidades. Isso importa para saber quais agências de inbound marketing estão consolidadas no mercado e quais mais prometem do que cumprem.

Repertório de serviços

Você sabe o que procura e as agências pesquisadas souberam expor com eficácia as melhores alternativas para você? Então, é hora de filtrar a busca e decidir-se pela agência que melhor entenda as suas necessidades e disponha das melhores soluções.

Lembre-se que quantidade de serviços não implica, necessariamente, qualidade. Por isso convém avaliar o tamanho da agência e de sua equipe, ajudando na tomada de decisão.

Especialização da agência

Além dos serviços oferecidos, quais são os diferenciais que poderiam fazer você optar pela agência, em detrimento de outra?

Pergunte-se isso e procure se informar se a especialização das agências tem a ver com o momento de sua empresa e o caminho que você deseja trilhar com ela em curto, médio e logo prazo. Afinal de contas, estamos falando de uma parceria duradoura.

Dica: confira também se a empresa possui uma boa reputação — em sites de reclamação ou nas redes sociais da agência. Tudo serve como evidência para a sua tomada de decisão. E, por fim, se a agência em questão conta com certificações que as gabaritem como a especialista que elas afirmam ser.

Prazo e orçamento

Nada de loucuras e de contratar todo tipo de serviço sem saber, ao certo, o que eles podem fazer por você. Identifique, entre as agências, a que melhor pode se adaptar às suas necessidades e objetivos e que, ao longo da parceria, você invista mais.

Além disso, convém avaliar os prazos de cada ação e os resultados prometidos. O marketing integrado é uma ação eficaz, mas que deve ser feito ao seu tempo. Agências que prometem muito, e em pouco tempo, podem ser armadilhas para o desenvolvimento da sua marca.

E então, o que achou deste pequeno guia sobre a importância em contratar uma agência de inbound marketing para a sua empresa?

Vale destacar que todas as dicas aqui podem servir para um planejamento mais assertivo. Mais investimento e menos apostas para aumentar a sua presença digital e atrair mais clientes até você!

Quer saber por onde começar a sua pesquisa e colocar à prova tudo aquilo que falamos aqui? Basta entrar em contato conosco, falar com um de nossos consultores e compreender a fundo o planejamento estratégico e personalizado que podemos construir para a sua empresa!

Labra Insights: saiba tudo que rolou no evento de Marketing Digital e Vendas 2018

Labra Insights: saiba tudo que rolou no evento de Marketing Digital e Vendas 2018

No último dia 15 de maio de 2018 aconteceu o Labra Insights — um evento com enorme potencial de se consolidar entre os eventos de Marketing Digital e Vendas do país!

Com uma plateia pluralizada — composta por empresários, estudantes e comunidade do Alto Vale do Itajaí —, o evento contou com uma série de atrativos e com apresentações de Pedro Clivati e Gustavo Broilo, que trouxeram boa dose de conhecimento e informação à audiência. Além das palestras apresentadas, o objetivo em promover o evento foi em comemoração aos 6 anos de existência da Labra.

E, para você que perdeu o Labra Insights presencialmente, temos uma boa notícia: abaixo, você pode conferir uma compilação de tudo aquilo que foi falado ao longo das apresentações, e como os assuntos abordados podem educar o empresariado e a região sobre o que o mundo digital está oferecendo para melhorar ainda mais o crescimento das empresas. Confira!

 

Inspirações da apresentação de Pedro Clivati

Pedro Clivati, co-fundador e VP de Sales da Contentools, também contribuiu de maneira enriquecedora debatendo sobre a geração de oportunidades de negócio por meio do marketing digital.

Ele apresentou, de imediato, as significativas mudanças que o mundo digital trouxe à sociedade e o quanto essa transformação também impactou na relação das empresas com o seu consumidor e clientes em potencial.

Afinal de contas, é perceptível que o poder está nas mãos do consumidor. A informação está ao seu alcance e a decisão de compra depende única e exclusivamente dele. E é aí que o marketing digital — que tem poder de atração, comunicação e relacionamento — pode jogar em favor das empresas.

E, o melhor: de maneira acessível e democrática. O poder da mídia não se concentra apenas nas mãos dos grandes players. A mídia digital é aberta a todos, o que evidencia a necessidade de usá-la estrategicamente e, não apenas investindo milhares de reais em propaganda no horário nobre.

Para tanto, Clivati abordou o planejamento digital de uma estratégia de conteúdo e as principais ações e ferramentas que podem contribuir com a impulsão das marcas na internet — aproximando-se cada vez mais do seu público-alvo.

Por fim, ele destacou o quanto o acompanhamento de métricas é essencial para o gradativo ajuste das ações estratégicas, visando resultados mais promissores e comprovou — por meio de cases — o quanto o marketing digital é uma solução funcional para empresas de todos portes e segmentos.

Inspirações da apresentação de Gustavo Broilo

O coordenador de vendas da Resultados Digitais, Gustavo Broilo, concentrou a sua apresentação na importância em trabalhar com Inside Sales nessa sociedade tão digital que vivemos.

Para isso, ele destacou a importância em equilibrar, harmoniosamente, processos, pessoas e tecnologia.

O primeiro, para que você consiga encontrar, dentro do seu próprio fluxo de trabalho, o DNA — o mote — da empresa. Isso significa saber com quem você dialoga, o que a sua empresa propõe para esse público e como os setores de marketing e de vendas lidam com essa relação.

Sobre esse último fator, Broilo apontou a relevância que a atração de leads qualificados — por meio do marketing — tem para uma argumentação impactante para o setor de vendas finalizar um bom negócio. A tecnologia, que nos aproxima tanto de integrações múltiplas, é uma inspiração para que possamos compor equipes verdadeiramente interligadas e focadas nos mesmos objetivos.

O coordenador de vendas da Resultados Digitais também expôs a importância em fazer um diagnóstico interno e perceber o perfil de profissionais que você busca. Um diferencial e tanto que nem todas as empresas se prestam, hoje em dia, e que pode ser um divisor de águas entre a estagnação e o acompanhamento das múltiplas revoluções que se desenrolam diante de nós.

Por fim, ele apontou o papel imprescindível da tecnologia nesse processo. As soluções digitais estão intimamente relacionadas à composição de estratégias — de marketing e de vendas —, mas todo o planejamento anteriormente discutido é necessário para fazê-lo com maestria.

As oportunidades digitais para a sua empresa

Isso, e muito mais, foi proveitosamente discutido ao longo do Labra Insights — um evento promovido pela Agência Labra, que, com apenas 6 anos de mercado já ajudou a desenvolver empresas de diversos segmentos a se posicionarem no mercado digital para atrair e se relacionar com a sua audiência.

O que fortalece ainda mais a marca — e as expectativas em curto, médio e longo prazo a respeito do marketing digita — é a receptividade de quem compareceu ao Labra Insights.

GANCHO PARA OS DEPOIMENTOS

Se você não participou do Labra Insights deste ano, não se preocupe: estamos com uma série de novidades no forno e que vão ajudar a desenvolver cada vez mais o mercado digital e contribuir com o desenvolvimento das empresas, alinhando-as às tendências mais consolidadas do setor. Fique de olho em nossas redes sociais — Facebook, Instagram, LinkedIn e Twitter — e em nosso blog!

Pin It on Pinterest