Construindo marcas com Inbound Marketing

Construindo marcas com Inbound Marketing

Se a sua empresa deixasse de existir amanhã, quantos dos seus clientes sentiriam falta dela? Essa é uma boa pergunta para avaliar como está o engajamento dos consumidores. É importante lembrar que, quanto maior o engajamento, melhores são os resultados alcançados. Criar laços fortes, para engajar o público-alvo, é uma das grandes possibilidades trazidas pelo Inbound Marketing.

Com um bom planejamento, essa estratégia pode contribuir para o desenvolvimento de uma marca focada no cliente, pronta para atender as demandas do consumidor moderno.

Vamos ver, então, como o Inbound Marketing é fundamental nesse processo? Boa leitura!

[e-book] As melhores estratégias para aumentar as vendas na indústria | Baixar grátis | Agência Labra

Como o Inbound Marketing ajuda na construção de uma marca?

São claras as mudanças no comportamento do consumidor. Talvez, a maior delas seja o fato de que eles são personagens muito mais ativos no processo de compras, hoje em dia.

Com isso, as ações de marketing precisaram acompanhar as transformações do mercado — daí surgiu o Inbound Marketing, também conhecido como marketing de atração.

Se os consumidores assistiam a anúncios prontos e apenas reagiam a eles (comprando o produto anunciado, por exemplo), os compradores modernos querem mais — e participar do desenvolvimento do produto. Em outras palavras, querem interagir desde o começo.

Como as ações de Inbound Marketing beneficiam a empresa e o cliente?

Para os consumidores, essa nova forma de marketing significa:

  • acesso a informações relevantes e maiores possibilidades de encontrar produtos;
  • relacionar-se com as empresas que suprem suas necessidades;
  • compreender melhor os desafios enfrentados em suas rotinas;
  • identificar as melhores soluções para a sua tomada de decisão.

A empresa ganha, com isso, uma importante opinião — a do consumidor — na criação e no desenvolvimento da sua marca.

Vale destacar que a opinião do cliente é a melhor maneira de garantir uma imagem que apresente todos os atributos necessários para engajá-lo. Sem falar que as ações de Inbound Marketing também se traduzem em uma consolidação de presença digital da sua empresa.

E sabe quais são os benefícios disso — não apenas para um cliente em potencial, mas para todo o seu público-alvo?

  • facilita que mais pessoas conheçam a sua empresa por meio de suas pesquisas on-line;
  • gera mais engajamento com o seu consumidor;
  • aumenta as vendas;
  • fideliza os clientes;
  • gera mais competitividade no mercado, independentemente do porte de sua empresa;
  • personaliza profundamente as suas estratégias;
  • possibilita o monitoramento de campanhas, ajustando-as em tempo real para otimizá-las.

Quando a empresa utiliza ações de Inbound Marketing, ela muda o seu foco para o cliente. Qual é a linguagem, os meios de comunicação e as principais dúvidas do seu público-alvo?

A partir de perguntas como essas, sempre direcionadas ao consumidor que se espera atingir, são definidas as estratégias de marketing do negócio. O resultado é um relacionamento muito mais forte entre a marca e o cliente.

Como deixar impressões positivas para o público?

Um exemplo de canal que possibilita o diálogo entre empresa e consumidor é a rede social. Por meio de sites como Facebook, Twitter e Instagram é possível compartilhar conteúdos, trocar ideias e iniciar discussões saudáveis com o público-alvo.

Essas são conversas que ajudam na promoção de melhorias constantes tanto na imagem da empresa quanto em seus produtos. Por isso, são espaços ideais para promover o engajamento por meio de ações de Inbound Marketing, mas, para isso, é essencial manter a interação ativa.

Estratégias que podem ajudar sua empresa a crescer!

Empresas precisam de consumidores para crescer, certo? A melhor maneira de conquistar mais clientes é colocando-os no centro da organização. Deixar que eles participem das tomadas de decisão, contar com a sua opinião na implementação de melhorias e na construção da marca de uma maneira geral.

Essa é a melhor forma de garantir que a marca deixe uma impressão, não só positiva, mas também memorável na mente do consumidor. O tipo de marca que se destaca e que, se fechasse amanhã, faria muita falta para o seu público-alvo.

Para tanto, tenha em mente algumas ações que ajudam na construção da sua marca por meio das melhores estratégias de Inbound Marketing:

  • construa sua buyer persona, que é a personificação (fictícia) do seu consumidor ideal, detalhando seus objetivos, necessidades e desafios — bem como o caminho que sua empresa deve percorrer para solucionar tais questões;
  • produza conteúdos — nas já citadas redes sociais, por exemplo — relevantes no seu site e também em seu blog corporativo. Isso gera mais presença digital, melhora o ranqueamento de suas páginas nos mecanismos de busca e aproxima a sua marca de clientes em potencial;
  • a nutrição de leads é uma etapa crucial, pois ela transforma os seus visitantes anônimos em leads (prospectos), com dados de contato e uma personalização maior para suas campanhas;
  • o SEO, por fim, é a base estrutural do marketing digital e, consequentemente, do Inbound Marketing. Trata-se do conhecimento das pesquisas feitas pelo seu público-alvo, e a transformação delas em oportunidades de negócio para suprir a demanda gerada pela sua audiência.

A produção de conteúdo é o DNA do Inbound Marketing. Para tanto, é fundamental passar por essas etapas de planejamento, para que as suas campanhas digitais estejam profundamente alinhadas ao perfil do seu consumidor ideal.

E você, já usa estratégias de Inbound Marketing no processo de construção da sua marca e em todas as suas páginas? Que tal complementar tudo o que vimos aqui baixando, gratuitamente, o nosso e-book explicando como vender mais com sites institucionais?

Faça sua avaliação digital grátis clicando aqui e conheça todas as possibilidades para sua empresa!

Marketing de performance: invista menos e alcance mais resultados para sua empresa

Marketing de performance: invista menos e alcance mais resultados para sua empresa

O marketing de performance tem mostrado aos empreendedores que a otimização dos seus respectivos investimentos — e resultados — não deve vir acompanhada de apostas ou intuições.

Por sua vez, o mercado digital aponta que é possível mensurar as principais métricas associadas aos seus objetivos e metas para, então, ter uma tomada de decisão assertiva.

E é, justamente, isso o que propõe o marketing de performance. Quer saber quais são as vantagens e o percurso mais otimizado para a sua implementação? Vamos tratar disso tudo ao longo deste conteúdo. Acompanhe-nos, então, nesta leitura!

O que é marketing de performance?

Antes do marketing digital, era muito difícil — se não impossível, em algumas situações — mensurar os resultados de um outdoor, por exemplo, e outras mídias tradicionais.

Novas oportunidades com marketing de performance | Agência LABRA

Como os dados são quantificáveis, hoje em dia, esse desafio foi erradicado de sua rotina. Para tanto, é fundamental que a sua empresa tenha um planejamento, objetivos e estratégias traçadas para colocar em prática o marketing de performance.

E o que seria isso? Um conjunto de estratégias associadas ao uso pontual de tecnologias que permitam a absorção, compilação e análise de dados digitais para uma tomada de decisão mais eficiente e menos arriscada.

Um exemplo: sem muito planejamento, você consegue atrair clientes com suas ações diversas de marketing digital. No entanto, com o marketing de performance você se aprofunda nos dados on-line, como:

  • melhores resultados para o uso de palavras-chave;
  • atenção às ações que a concorrência está planejando no mesmo sentido;
  • ações mais eficazes que geram o engajamento do seu público-alvo;
  • testes A/B para o contínuo alinhamento de ações à demanda do mercado.

Perceba o quanto isso agrega mais valor ao seu investimento e deixa de lado as intuições para os próximos passos a serem elaborados?

Como o marketing de performance pode ser aplicado?

Abaixo, vamos destacar alguns dos elementos que mais são considerados, no marketing de performance, para gerar resultados positivos nas campanhas digitais para evidenciar ainda mais a sua marca no mercado, como:

Impressões

A impressão é a métrica que mais simboliza o impacto inicial de suas estratégias. Não confunda, por exemplo, com cliques ou visualizações — que falaremos adiante.

No marketing de performance, as impressões se traduzem no número de pessoas que receberam o seu anúncio. Um banner, por exemplo, que foi apresentado durante a navegação do seu público-alvo nos sites que ele costumeiramente visita.

Por meio desse número você consegue ter uma percepção de quantas pessoas foram impactadas pela sua campanha — e, consequentemente, quantas interagiram com o seu anúncio.

Cliques

Cliques, por sua vez, são as interações do usuário. Ou seja: quantos deles clicaram, efetivamente, no anúncio que receberam.

Engajamentos

Aqui, o marketing de performance considera o engajamento como a reação do usuário ao anúncio clicado. Ele pode compartilhar suas informações, por exemplo, se estamos falando de um material rico para download, ou mesmo compartilhar um conteúdo.

Tenha em vista que o engajamento pode variar amplamente, e estar sempre de acordo com os seus objetivos. Curtidas em uma postagem, por exemplo, é um tipo de engajamento, mas são consideradas métricas de vaidade — que pouco significam para o objetivo da postagem.

Conduz

Os usuários anônimos que compartilham seus dados com a empresa se tornam leads — potenciais consumidores. Isso pode acontecer via:

  • cadastro para o download de um e-book ou outro tipo de material;
  • inscrição em uma oferta;
  • ao assinar sua newsletter.

É aqui que o marketing de performance ajuda a segmentar com mais eficácia o impacto gerado nos seus usuários o que leva à conversão em vendas — o grande objetivo de sua empresa.

Quais são os benefícios do marketing de performance?

Acompanhar as métricas faz com que você planeje com mais personalização e eficácia as suas campanhas digitais.

Como resultado, o seu negócio pode se beneficiar das seguintes maneiras:

Acompanhamento em tempo real de suas ações

Com base nos indicadores previamente definidos, sua equipe tem à disposição os dados quantitativos e qualitativos que ajudam a visualizar a performance de cada campanha.

Dados estratégicos para seu negócio - Acompanhamento em tempo real de suas ações

E, o melhor: em tempo real. Se ela não está obtendo os resultados projetados, é possível comparar dados e avaliar novas alternativas para que esses índices sejam impulsionados.

Aumento do ROI

Como já adiantamos, o marketing de performance ajuda a valorizar o investimento. E, como exemplo, vamos usar o último tópico: ao ajustar uma campanha em tempo real você não precisa esperar que ela chegue ao fim para colher os resultados.

Por sua vez, seus colaboradores agem rápido, eficientemente, contribuindo para que o seu investimento seja mantido e alcance os números propostos durante o planejamento.

Aprendizado contínuo

Os dados agregam lições valiosas para a sua empresa. E isso inclui também todos os equívocos testados ao longo de suas estratégias.

Dessa maneira, assim como o seu público vai moldando seus hábitos de navegação, sua empresa passa a saber como ajustar as suas ações ao longo do tempo, reduzindo riscos e erros na consolidação de novas estratégias.

Como implementar o marketing de performance?

A seguir, vamos destacar um breve, mas completo passo a passo para que a sua empresa passe a considerar a implementação do marketing de performance na sua rotina:

  • entenda, primeiramente, o objetivo que você busca com uma nova campanha. Assim, você saberá quais métricas monitorar;
  • alinhe os seus objetivos à sua persona, tendo em vista que ela é o norte de toda ação planejada;
  • analise o mercado e a concorrência. Verifique o que tem sido feito para impactar o consumidor, e quais são as oportunidades que você pode absorver dessas estratégias;
  • faça testes, experimente e não tenha medo de errar — mas seja ágil no ajuste de estratégias;
  • mensure os resultados e mantenha o monitoramento constante.

Vale destacar que o marketing de performance é uma ferramenta que envolve todas as outras ações e tecnologias inerentes ao marketing digital.

Por isso, caso esteja em busca de resultados imediatos e planejados por especialistas no assunto, é recomendado que você contrate uma agência especializada. Menos esforço e mais valorização do seu investimento para impactar o seu consumidor.

Quer saber mais a respeito? Então, convidamos você a descobrir os diferenciais da Agência Labra para gerar os resultados esperados — e, quem sabe, superá-los — na construção de um relacionamento sólido e duradouro com o seu público-alvo!

E-book de marketing digital para pequenas e médicas empresas, baixe agora | Agência LABRA

O que é Growth Driven Design e por que adotar?

O que é Growth Driven Design e por que adotar?

O seu site já é eficiente em atrair leads qualificados e em gerar novos negócios para a empresa? Ele já conta com uma estratégia potente, direcionada pelo comportamento do seu público-alvo? Já apresenta melhorias constantes feitas mensalmente para garantir a retenção dos seus potenciais clientes? Tudo isso é possível com o uso de um novo conceito utilizado pelo marketing digital: o Growth Driven Design (GDD).

Esta é uma estratégia com etapas leves, que busca acelerar os resultados apresentados por um site. Baixo custo de implementação, maior engajamento do público e atualizações constantes são algumas das características do GDD. Saiba mais:

O que é o Growth Driven Design?

Growth Driven Design (ou GDD) é uma estratégia que tem como objetivo inovar a maneira como as empresas lançam, renovam e otimizam os seus sites. Trata-se de uma solução mais dinâmica do que a tradicional, baseada em ciclos que se repetem constantemente.

Podemos perceber essa intenção já no próprio nome: a tradução literal para Growth Driven Design é Desenvolvimento Orientado ao Crescimento. Ou seja: a ciência de que o seu site e as suas páginas digitais não podem ser idealizados como um projeto finalizado e inflexível.

O que é o Growth Driven Design?

Por sua vez, o Growth Driven Design está atrelado a um modelo de negócio em que a sua equipe vai privilegiar, continuamente, as necessidades do seu usuário. E isso vem por meio de atualizações, novas ferramentas e estratégias que se adaptam ao perfil do consumidor.

Esses ciclos consideram o comportamento do público no site, métricas relevantes e conceitos de Inbound Marketing para garantir que a plataforma utilizada pela empresa esteja em constante melhoria. A intenção é que o site esteja por dentro das tendências e que apresente sempre a melhor performance possível para o seu público-alvo.

Como o GDD funciona?

A metodologia Growth Driven Design é baseada em ciclos, que costumam durar alguns meses. Cada ciclo conta com etapas que envolvem análise, planejamento, desenvolvimento e otimização. Na análise, por exemplo, são identificadas melhorias para que o site da empresa ofereça uma melhor performance.

Estas melhorias consideram, principalmente, o comportamento que os seus potenciais clientes apresentam quando estão conectados no endereço virtual do seu negócio. Já no desenvolvimento, são criadas novas funcionalidades e feitos os ajustes necessários para garantir uma excelente navegação no site.

Estes são ciclos contínuos, o que faz com que a evolução na plataforma da empresa também seja constante. As atualizações não acontecem a cada dois ou três anos, mas a cada poucos meses.

Quais são os benefícios do Growth Driven Design?

Quem opta pela metodologia GDD, conta com atualizações constantes no site, garantindo que sua empresa se modernize na mesma velocidade e ritmo das atualizações do mercado.

Além disso, as etapas menores e de rápida execução, em que o GDD se divide, ajudam a diminuir riscos no projeto digital do negócio.

Outro benefício desta metodologia é a possibilidade de criar uma ótima experiência de navegação – a partir do ponto de vista do consumidor – algo que ajuda a fortalecer o vínculo da empresa com o seu público-alvo.

Que tal vermos outros exemplos de como o Growth Driven Design pode fazer a diferença para o seu negócio?

Redução de custos

O Growth Driven Design pode ser implementado rapidamente. Afinal de contas, as próprias soluções do mercado de marketing digital já são pensadas para serem atualizadas.

Isso significa que você vai investir em uma mudança impactante, e em curto prazo. Os riscos também são menores, já que você vai acompanhar os benefícios dessas atualizações e compreender como elas vão aproximar a sua marca do consumidor.

Aprendizado constante

Vivemos uma época em que a tecnologia “aprende” mais sobre os hábitos de navegação on-line do consumidor. E o Growth Driven Design está intimamente associado a isso, sempre um passo à frente das movimentações do mercado e para onde estão rumando as grandes tendências do setor.

Aumento de vendas

Com um processo de vendas estruturado, o Growth Driven Design lida com uma resposta do seu consumidor e ajuda na flexibilização das suas estratégias.

Pois as ações digitais têm como principal objetivo esse distanciamento menor entre o seu empreendimento e a demanda do público-alvo. Quando o Growth Driven Design se associa às suas estratégias e tecnologias, você está gerando mais renda a partir desse relacionamento de qualidade estabelecido e mantido.

Uso associado ao inbound marketing

Vale destacar que o Growth Driven Design é uma poderosa ferramenta para manter as suas ações de inbound marketing sempre relevantes.

Afinal de contas, esse modelo de negócios prioriza a experiência do usuário — o que facilita a aproximação do consumidor, a geração de leads qualificados e, consequentemente, no estabelecimento de novas estratégias de relacionamento, vendas e fidelização.

Por que investir em Growth Driven Design?

Growth Driven Design é um conceito que possibilita a criação de sites rápidos e otimizados em um curto espaço de tempo. Quando utilizado, ele contribui positivamente para os resultados apresentados pelas suas campanhas de marketing digital e garante que o seu site apresente uma excelente performance.

E você, o que acha do Growth Driven Design? Deixe a sua opinião sobre o assunto nos comentários. Não deixe de acompanhar nosso blog com conteúdos semanais!

Peça um orçamento para fazer um site de vendas! | Agência LABRA

Criando estratégias de marketing B2B no Linkedin

Criando estratégias de marketing B2B no Linkedin

Usar os meios digitais para prospectar clientes é uma necessidade para empresas que querem se manter competitivas no mercado. Isso inclui fazer das redes sociais uma das mais poderosas estratégias de marketing B2B — capaz de promover a marca e de aumentar a rede de relacionamento da empresa.

A questão-chave é: como fazer esse marketing digital quando o foco da empresa são outras empresas? Antes de tudo, é essencial acertar o meio em que devem ser focadas as ações promocionais e de captação de leads.

Se o Facebook apresenta grande potencial para atingir audiências B2C, no comércio B2B o LinkedIn é a rede social com maior probabilidade de conversão de leads. Por isso, neste post vamos explorar as estratégias de marketing mais produtivas nessa plataforma, que é uma das favoritas dos empreendedores dialogarem com outros empresários. Acompanhe!

Por que usar o LinkedIn?

Exclusivamente idealizada para a qualificação das relações profissionais, o LinkedIn logo evoluiu junto com as grandes tendências das estratégias de marketing digital.

Afinal, que lugar melhor para dialogar com o público B2B? A rede social é uma concentração massiva de oportunidades para explorar as necessidades e os objetivos do seu público-alvo, na mesma proporção que é possível construir e desenvolver um relacionamento sólido com ele.

No entanto, atenção para que o uso estratégico da plataforma seja um complemento às suas ações, e não uma simples formalidade para gerar presença digital. Para isso, vamos apontar na sequência algumas ações eficazes para o sucesso da sua empreitada!

Marketing B2B: como fazer do LinkedIn um aliado na prospecção de clientes?

Se o seu público-alvo são outras empresas, então o LinkedIn é uma rede social que não pode ser ignorada nas suas estratégias de marketing digital. De acordo com um infográfico publicado no site Bussiness 2 Community, 80% dos leads B2B gerados em redes sociais vêm do LinkedIn. Os outros 20% são divididos entre outras redes, como o Facebook e o Twitter.

Para garantir uma estratégia de marketing B2B eficiente é preciso, portanto, ter um bom planejamento de ações focadas na rede social de negócios. O primeiro passo é criar uma página para a empresa no LinkedIn. Se você já tem uma página na rede, pode ser uma boa ideia avaliar se ela está bem estruturada para gerar leads para a empresa.

As características de uma página que gera leads

Dê importância a campos como a descrição da empresa, especialmente às duas primeiras linhas, que devem ser interessantes o suficiente para que os seus potenciais clientes cliquem em “Visualizar mais”.

Estratégias de marketing B2B | Agência Labra

Não comece contando toda a história do seu negócio ou os prêmios acumulados – estas são informações para compartilhar mais tarde. Uma das primeiras coisas que a pessoa que entra na sua página quer saber é se ela está no lugar certo – ou seja, se o seu conteúdo é relevante para ela. Uma boa estratégia para isso é informar nas duas primeiras linhas quem é o público-alvo da empresa.

Crie uma Company Page

Não muito diferente das outras redes sociais nesse sentido, o LinkedIn permite a elaboração de uma página específica para o seu empreendimento, e não um perfil pessoal.

Pode parecer detalhe, mas faz toda a diferença para construir uma presença digital confiável para o público, ao passo que esse tipo de página permite a análise qualitativa (e quantitativa) de dados para avaliar a eficácia de cada uma das suas estratégias de marketing.

Monte uma Showcase Page

Dentro do perfil corporativo é possível estabelecer uma série de vitrine virtual dos seus produtos ou serviços. Por meio da Showcase Page, você tem múltiplas possibilidades de engajar o interesse da sua audiência via a produção de conteúdos multimídias.

Assim, além de ter acesso às informações básicas sobre o seu negócio, o usuário já pode transitar também por entre o que você tem a oferecer — cujos diferenciais são expostos pelos meios favoritos do seu público em consumir conteúdo.

E-mails

Uma das estratégias de marketing mais eficazes, no LinkedIn, é a partir do uso do recurso de InMail. Embora não seja gratuito, ele permite o contato direto com outros usuários da rede social, facilitando a abordagem, o relacionamento e a solução de problemas enfrentados pela sua audiência. Uma valiosa ferramenta de divulgação e vendas.

Participação em grupos

Muitos grupos de áreas ou assuntos específicos são fundamentais para a consolidação das suas estratégias de marketing. Afinal, lá estão concentradas as dúvidas que o seu negócio pode responder efetivamente, e associar também com as suas soluções.

Expor as opiniões que refletem os valores da sua marca é uma oportunidade valiosa para apresentar-se como um dos diferenciais do mercado. Aproveite, e construa uma rede de relacionamentos mais qualificada com essa ação de marketing digital.

Mantenha a regularidade nas postagens

Uma das principais estratégias de marketing para o público B2B, no LinkedIn, é produção de conteúdo. Mas, de nada adianta a periodicidade irregular se o objetivo da sua empresa é construir e nutrir um relacionamento com os seus leads.

Conteúdo no LinkedIn - marketing B2B | Agência Labra

Por isso, é sempre importante experimentar e entender a demanda que o seu público-alvo gera, e como os seus conteúdos podem ajudar a solucionar os seus problemas.

Quanto mais respostas eles encontrarem nas suas estratégias de marketing, por meio do conteúdo exibido no LinkedIn, melhor será para a construção de uma marca de autoridade.

Seja ativo

Depois de criada a página, é fundamental mantê-la ativa. O LinkedIn disponibiliza uma série de recursos para que empresas possam aumentar a sua rede de contatos. Um deles é a busca avançada, que permite que sejam realizadas pesquisas com base em parâmetros como localização, setor e idioma. Você pode encontrar boas oportunidades de novos negócios usando a busca do LinkedIn.

Usando os recursos citados — e de maneira complementar —, você pode gerar mais leads, fortalecer a sua rede de contatos e aumentar as oportunidades de vendas.  Lembre-se, apenas, de pensar em uma comunicação padronizada, relevante e que desperte o interesse do seu público.

Afinal, não é a toa que o LinkedIn é considerado uma rede de negócios. Diversas empresas estão presentes no site e o usam para encontrar talentos, conteúdos interessantes e parceiros de negócio. Aproveite o potencial da rede nas suas estratégias de marketing B2B!

Agora, queremos ouvir um pouquinho mais sobre você: você já usa o LinkedIn como uma potencial ferramenta de geração e conversão de leads B2B? Deixe uma resposta nos comentários.

Como atrair leads qualificados para o seu site?

Como atrair leads qualificados para o seu site?

Uma boa estratégia de marketing digital é focada em atrair o público certo: os potenciais clientes da empresa, que também podemos chamar de leads qualificados. Para isso, antes de tudo, é preciso conhecer quem são as buyers personas do seu negócio.

Idade, gênero, preferências de entretenimento e principais canais de comunicação utilizados pelo seu público-alvo são exemplos de informações relevantes, que contribuem para uma campanha online bem estruturada.

A partir dessas informações é possível tomar decisões estratégicas, em relação ao conteúdo que deve ser compartilhado, aos meios de comunicação em que as ações devem ser focadas e assim por diante. Sempre com o objetivo de atrair e reter os potenciais clientes dos seus produtos e serviços.

Conheça, neste post, três formas de atrair mais leads qualificados para o site da empresa!

As 7 estratégias mais eficientes para atrair mais leads qualificados

O diferencial das estratégias digitais está no direcionamento da mensagem para aquela pessoa com verdadeiro potencial de compra dos seus produtos ou serviços.

E, a seguir, vamos alinhar esse propósito com algumas das ações mais eficazes do segmento. São elas:

1. Invista em links patrocinados

O Google, o Facebook e o LinkedIn são três exemplos de sites que oferecem a possibilidade de fazer campanhas pagas. No Google, por exemplo, existe o Google AdWords. Você define um orçamento (o valor máximo que quer gastar) e paga um valor sempre que o seu anúncio é acessado.

Quando a campanha atinge o orçamento definido, o anúncio para de aparecer. O link patrocinado tem duas vantagens que refletem na atração de mais leads qualificados:

  • é possível definir em que cidades o seu anúncio deve aparecer. Assim, você não corre o risco de pagar por cliques feitos em áreas em que a sua empresa não atua, por exemplo;
  • sites como o Facebook possibilitam que o seu anúncio apareça apenas para grupos de perfis que demonstram interesse pelos produtos e serviços comercializados pela sua empresa. A base utilizada são históricos de pesquisa, preferências registradas nos sites e o comportamento de navegação dos usuários de uma forma geral.

Mas é importante fazer um bom planejamento. As palavras-chave escolhidas para os seus anúncios no Google AdWords, por exemplo, fazem toda a diferença para que a campanha apresente êxito e, de fato, gere um tráfego mais qualificado no seu site.

2. Implemente  

A otimização de conteúdos para um site — ou blog — permite que o seu negócio seja facilmente encontrado pelo seu público-alvo.

Afinal de contas, já adiantamos que o marketing digital está enraizado na possibilidade de atrair clientes até você, e não o contrário. E muito disso se dá por meio da aplicação de técnicas de SEO (sigla para Search Engine Optimization).

Como funciona

Você cria conteúdos que ajudem a responder as pesquisas mais comuns do seu público-alvo, realizadas na internet. Assim, os principais resultados de busca são aqueles que o usuário clica em busca de respostas. Assim, aparecem os leads qualificados.

Por isso, quando o seu site e outras páginas virtuais são otimizados, a chance de estar no topo dessa lista é maior.

Vale destacar que é relevante, também, apresentar conteúdos que atendam à demanda do seu público-alvo, mas que possam ser facilmente alinhados às suas soluções e, especialmente, aos objetivos e desafios do seu consumidor.

Daí o desafio em usar o SEO: criar ações estratégicas que equilibrem as pontas e ajudem a gerar mais presença digital para o seu negócio e, consequentemente, gerar mais leads qualificados.

3. Faça uso de links internos para atrair leads qualificados

Dentro da estratégia anterior, uma maneira rica em atrair mais leads qualificados é por meio do uso de links ao longo dos seus conteúdos — seja no site ou no blog.

Isso ajuda a mapear a trajetória do seu usuário em todas as etapas da sua jornada de compra, pois são assuntos complementares ao que ele pesquisou.

Isso ajuda a construir a sua autoridade no segmento de atuação do seu negócio, e também a estabelecer um relacionamento de qualidade com a sua audiência. Mas, no aspecto técnico, é de grande relevância que esses links estejam presentes nos conteúdos para aumentar o poder de atração de leads qualificados.

4. Saiba qual é o conteúdo ideal para o seu público-alvo

O marketing de conteúdo é mais uma excelente forma de atrair público para o seu site. Para isso, existem dois cuidados essenciais: otimizar os materiais compartilhados e focar em assuntos relevantes para o seu público-alvo.

É preciso, portanto, utilizar regras SEO (Search Engine Optimization), ou de otimização, para garantir que os seus conteúdos ficarão bem posicionados em buscadores como o Google. Também é necessário conhecer o seu público de potenciais consumidores e criar conteúdos relacionados as suas principais dúvidas e interesses.

5. Experimente diferentes formatos de compartilhamento de conteúdo

Existem muitos recursos que podem ser utilizados para atrair leads qualificados para o seu site: e-books, webinars, blog posts, e podcasts são alguns exemplos. Invista em diferentes formas para compartilhar os seus conteúdos e garanta uma maior audiência para as páginas da sua empresa.

Fique de olho nas métricas: que formatos trazem mais resultados para o tráfego do seu site? Quais geram um maior engajamento e uma maior conversão? É nessas que você deve focar as suas estratégias.

6. Campanhas nas redes sociais

Outra maneira de se apresentar ao público e atrair mais leads qualificados é por meio das campanhas nas redes sociais.

Afinal de contas, o país é o quarto lugar em número de usuários em todo o mundo! E a maioria dessa quantidade está concentrada nas redes sociais.

Dessa maneira, é importante saber em quais das redes sociais o seu consumidor em potencial engaja mais, para concentrar as suas atividades. Com o tempo, eles vão se deparar com as suas campanhas e interagir com elas, quando você usa-as estrategicamente para esse fim.

7. Experimente fazer uso de landing pages

Por fim, além das outras ações de marketing de conteúdo já citadas, a landing page tem destaque diferenciado para atrair leads qualificados.

Afinal, são materiais que ganham destaque quando o usuário — até então anônimo — compartilha suas informações pessoais para obter algo específico. Pode ser um material rico (como o já citado e-book) ou um teste gratuito do seu produto ou serviço, entre outras opções.

Essa é uma alternativa específica a ser usada em determinados momentos do funil de marketing do seu consumidor, mas vale a atenção redobrada em construir uma ação diferenciada nesse sentido para estar sempre perto do seu público.

Uma agência especializada em marketing digital tende a ser uma parceria fundamental para você atrair cada vez mais leads qualificados. Mas é importante saber, em primeiro lugar, quais estratégias são elementares nesse processo.

Por isso, não deixe de conferir também as nossas dicas sobre como vender mais com sites institucionais para complementar o que vimos ao longo deste artigo!

Dicas para sua marca se destacar

Dicas para sua marca se destacar

Destacar a marca no mercado é algo essencial para atrair novos clientes e garantir a fidelização dos antigos, certo? Por isso, um dos grandes desafios para o marketing das empresas é encontrar formas de aumentar a relevância da sua marca frente aos clientes e concorrentes.

Uma das mais poderosas ferramentas para conquistar este destaque, atualmente, é a internet. Com ela, você pode fazer da sua marca uma referência na área em que atua.

Quer saber, então, como usar as conexões para fortalecer a sua marca, gerar presença digital e relacionar-se com o seu público-alvo de maneira eficiente? Para isso, convidamos você a conferir nossas dicas para isso logo abaixo!

Como dar destaque à sua marca

O mercado digital está em efervescência, sempre em renovação para garantir que o caminho entre a sua marca e o público-alvo seja o mais objetivo possível.

E, a seguir, destacamos algumas das soluções mais consolidadas para atingir os seus objetivos. São elas:

1. Conheça o seu público

Ações de marketing digital só surtem o efeito esperado quando a empresa conhece o seu público. Só assim, é possível saber o tom da linguagem e o tipo de conteúdo que devem ser utilizados para atingir a audiência certa.

Por isso, o primeiro passo é analisar quem são e quais são os interesses dos seus potenciais clientes. Isso é essencial para garantir que a marca tenha mais destaque.

Afinal de cintas, quanto mais bem direcionados são os conteúdos e as propagandas produzidas, melhores resultados elas alcançam, maior é a visibilidade da empresa e, consequentemente, maior é o seu destaque no mercado.

2. Crie conteúdo relevante para o seu público

A criação de conteúdos relacionados à área de atuação da empresa é uma das grandes estratégias para atração de novos clientes e aumento da visibilidade da marca. Quando bem utilizada, esta estratégia também contribui para que a empresa se torne uma referência na área. Para isso, é importante:

  • Escolher temas que sejam úteis para o seu público;
  • Checar a veracidade das informações compartilhadas;
  • Fazer uma boa divulgação dos conteúdos publicados;

Também é importante ficar de olho nas tendências e novidades da área. Se você é um dos primeiros a falar sobre o assunto, isso mostra que a sua empresa está bem informada. Quanto mais valor a marca gera, maior é a probabilidade de conquistar uma boa audiência.

3. Analise a eficácia do seu site

O site da empresa também é uma ferramenta que ajuda a aumentar a visibilidade da marca. Para isso, a página deve ser interessante e agradável.

Avalie o seu site e saiba como ele está posicionado, veja a relação do layout com as cores utilizadas e os menus do seu endereço virtual: eles garantem uma boa experiência de navegação?

Isso é essencial para que o internauta passe mais tempo no espaço e volte a visitar o site – ações que contribuem para o aumento da relevância digital da empresa.

4. Use as redes sociais

Não basta criar um perfil no Facebook, LinkedIn e no Twitter – é preciso mantê-los ativos. Compartilhe notícias relevantes, responda às interações dos consumidores e fique de olho no que é dito sobre a sua marca.

As redes sociais são excelentes meios de divulgação, para atrair mais atenção para a empresa, e de relacionamento com o cliente: aproveite o potencial destes sites!

5. Tenha uma identidade bem definida

Quanto mais forte é a identidade da empresa, mais facilmente ela pode ser reconhecida pelo público. Assim, também é mais fácil destacá-la da concorrência.

A sua marca já conta com elementos de comunicação bem definidos? Se não, é hora de pensar em uma logo, em cores e em uma linguagem que caracterizem a empresa. Também é fundamental pensar em materiais promocionais que fortaleçam a identidade da marca.

6. Explore as tendências

A sua empresa deve ser única: diferenciada, mostrar-se profundamente alinhada ao perfil do seu público-alvo e esbanjando identidade no processo.

Soma-se a isso, agora, a atenção às principais tendências do mercado para alinhá-las a tudo o que foi dito no parágrafo anterior. Parece um gigante desafio, mas é mais uma atividade investigativa para encontrar as soluções que deram certo no mercado, para replicá-las à sua realidade.

Um exemplo: para o YouTube, os vídeos vão ser responsáveis por cerca de 80% de todo o tráfego on-line até 2019. Motivo mais que suficiente para considerá-lo entre as suas ações de atração, divulgação e vendas, não é mesmo?

7. Mensure os resultados de suas estratégias

Independentemente do que você faça na internet, tenha a certeza de que você possui os meios para registrar os dados dessa ação estratégica.

Em uma época na qual o Big Data dominou o mercado e a mente do empreendedor, é fundamental saber como absorver essas informações digitais e usá-las em benefício do desenvolvimento da sua marca.

Um exemplo são as principais ações do marketing digital. Quando os dados são constantemente monitorados, pode-se alterar o planejamento em tempo real para render resultados melhores.

Esse monitoramento é essencial para que o seu investimento gere um retorno elevado, e que você não gaste-o — e tampouco o tempo dos seus colaboradores — em ações que não estão rendendo o esperado. Flexibilidade e mobilidade são palavras-chave para o sucesso da sua marca: aplique-as!

8. Invista em mídia paga

Seja por meio do display do Google ou por meio de banners em sites parceiros, você pode direcionar ainda mais as suas ações para impactar, de fato, o seu público-alvo.

Assim, as suas campanhas de mídia digital vão aparecer apenas para quem demonstra interesse nos seus produtos ou serviços. Um diferencial e tanto para fazer valer cada centavo do investimento para promover a sua marca com eficácia.

9. Considere o uso do remarketing

Com bons resultados no mercado, o remarketing é aquela ação na qual o usuário de internet visita uma página — sobre produtos ou serviços similares aos seus — e, momentos depois, ele passa a encontrar ofertas similares nos banners de sites que ele visita.

Inclusive, em páginas do seu site que ele tenha visitado. Isso ajuda, por exemplo, a reduzir a taxa de abandono do carrinho e também fortalece a sua marca na percepção do consumidor e clientes em potencial ao navegar on-line.

Como colocar a divulgação da sua marca em prática?

Por fim, convém observar quais oportunidades a sua marca tem deixado passar a partir de um constante monitoramento da concorrência. Algo que permite avaliar os acertos e erros, dos rivais, a fim de verificar a possibilidade de usá-los em benefício da sua marca.

E aí, quais das estratégias acima citadas você já aplica na realidade do seu negócio, e quais têm potencial para complementar a eficácia das suas ações já implementadas? Se estiver em busca de novas técnicas e ferramentas para potencializar os resultados e dar mais visibilidade à sua marca, conheça nossas dicas sobre como usar o marketing de conteúdo para indústrias!

Pin It on Pinterest