Como simplificamos a forma de calcular a eficiência de uma caldeira

Como simplificamos a forma de calcular a eficiência de uma caldeira

Quando falamos em indústrias e buscamos por imagens na internet, geralmente aparecem fotos de unidades gigantescas onde é destacado as plantas de geração de energia térmica. Em outras palavras, onde ficam localizadas caldeiras industriais de grandes empresas.

Mas o que é uma caldeira? Em resumo, é um dos elementos fundamentais para “geração de vapor” ou, tecnicamente falando, em energia térmica  para o setor industrial como: sucroalcooleiro, têxtil, OEM, agroindustrial, borracha, bebidas, cimento, couro, embalagens, fertilizantes, florestal, madeireiro, metalúrgico, papel e celulose, bioenergia entre outros.

Como o uso desses equipamentos é amplo, e tem um universo global de fabricantes de caldeiras industriais – OEM, percebemos um discurso comum na hora de vender as caldeiras. Qual empresa fabrica as caldeiras com maior eficiência?

Para entender sobre eficiência energética em caldeiras uso a citação do Sr. Eng. Rodrigo Lorensetti – CEO da empresa COONTROL 

“A eficiência energética em caldeiras industriais é definida como o potencial de conversão da energia contida no combustível que será necessária para se produzir determinado volume de vapor (energia).

Sabe-se também que a eficiência térmica de caldeiras industriais, essencialmente aquelas do tipo flamotubulares, costumam oscilar entre 80 e 85%. O problema acontece quando esse rendimento decai muito, obrigando a indústria a fazer uma correção imediata, caso não queira perder dinheiro.”

A COONTROL é considerada referência em  potencializar as caldeiras industriais quanto aos requisitos de eficiência energética.

Com esse enredo, e parceria com a COONTROL, vamos levantar a situação problema para apresentar a alternativa que construímos para facilitar o acesso a essas informações.

Situação Problema:

O que precisamos saber para fazer o cálculo de eficiência energética nas caldeiras

Primeiramente, existem algumas frentes de trabalho que definem o processo de medição da eficiência energética de uma caldeira. São eles:

  • Método direto

Cuja a fórmula de cálculo é:

formula-eficiencia-energetica-metodo-direto

  • Método de perdas (ou método indireto)

O cálculo é apresentado da seguinte fórmula:

formula-eficiencia-energetica-metodo-indireto

Ambos os métodos são utilizados para realizar os cálculos da eficiência energética de caldeiras. Com as mais diversas tecnologias apresentadas no mercado, o que mais encontramos foram planilhas que facilitam as avaliações, mas que exigem tempo para realizar o cálculo, como por exemplo:

  • PCI – Poder Calorífico Inferior;
  • Tipo de combustível utilizado nas caldeiras;
  • Entalpia de vapor
  • Temperatura da água de alimentação;
  • Entre outras 

A origem da Calculadora de eficiência energética para caldeiras. 

Com a expertise e know-how da equipe técnica e de engenheiros da COONTROL, aliado à trajetória industrial dos profissionais da LABRA, entendeu-se que é possível construir um calculadora digital para realizar todo o processo que anteriormente era manual.

O alinhamento de estratégias da COONTROL e da LABRA, em consonância com o mercado, permitiu disponibilizar essa poderosa ferramenta.

Foram mais de oito meses de desenvolvimento tecnológico e de construção, chegando no que podemos chamar de “perfeição técnica”.

 

A Calculadora de Eficiência Energética para Caldeiras

Primeiramente, para entender o funcionamento da calculadora sugerimos assistir ao treinamento ministrado pelo Eng. Rodrigo Lorensetti da COONTROL.

banner para saber mais sobre a calculadora de eficiência

A seguir, mostraremos algumas etapas que a calculadora apresenta:

  1. Entrando na Calculadora você se depara com duas opções de cálculo;
  2. Você pode escolher sobre Vapor Superaquecido ou Vapor Saturado;
  3. Quando você entrar no item selecionado, existem campos específicos necessários para rodar a memória de cálculo.
  4. Aparecerá um resumo do relatório sobre a Eficiência Energética Caldeira;
  5. E, ao mesmo tempo, é enviado um e-mail com o relatório em pdf.

O que o relatório apresenta os seguintes pontos:

  • Análise Gráfica da eficiência energética

Algumas das informações contidas no relatório são: Análise gráfica da eficiência energética da caldeira, os limites de eficiência, possibilidade de melhorias aplicadas ao processo, e uma estimativa de economia aplicando as melhorias.

  • Totalizadores de consumo da Caldeira em questão

Nesta parte do formulário, apresentamos a produção que deve ser gerada em períodos de dia, mês e ano, tendo em vista os valores inseridos na alimentação da calculadora de eficiência energética.

  • Combustíveis utilizados 

Neste campo, podemos visualizar o comportamento de umidade, tipos de combustíveis, o PCS – poder calorífico superior, o PCU – Poder calorífico útil, e quais são as misturas usadas na combustão da caldeira em questão.

  • Totalizadores de energia

Nesta etapa do relatório, é apresentada a capacidade produtiva de energia por parte da caldeira, permitindo observar a eficiência ao longo de dias, meses e anos, alertando quanto ao consumo/volume de combustível utilizados na caldeira.

  • Análises de Custos

Nesta etapa vem a parte mais interessante do relatório, onde mostra um dos principais indicadores do custo da caldeira gerados pelo combustível.

O que nos chama a atenção é que muitas empresas não coletam essa informação, e o relatório traz como excelente a fonte de informações para esse excelente indicador.

Finalizamos o relatório com a conclusão, baseada em todo conhecimento adquirido ao longo de mais de vinte anos de mercado, onde viabilizam as fontes de informações e a qualidade do combustível utilizado.

Ficou curioso em usar a calculadora? Realize o teste agora mesmo – Clique aqui

Quais as principais vantagens da calculadora.

Eficiência Energética

Com base nos dados informados pelo usuário, conseguimos realizar cálculos que atendem a normas vigentes e definem resultados do desempenho da caldeira.

Financeiro

Descubra fatores que podem melhorar a eficiência financeira da caldeira industrial.

Relatório

Após o preenchimento você terá acesso ao relatório completo da eficiência.

Análise

Possibilidade de verificar pontos de melhoria na eficiência energética do equipamento.

Resultados

A calculadora foi aprovada por diversos clientes que validaram as informações.

O Resultado que a calculadora eficiência trouxe para o negócio.

Para falar sobre, nada melhor do que o depoimento do próprio cliente. Damos a palavra a quem acreditou no projeto e na capacidade técnica da LABRA para fazer este projeto acontecer.

Rodrigo Lorenzetti

“Ela faz a análise técnica da performance e a classificação energética das caldeiras. Além disso, tem outra função importante, calculando o desempenho financeiro e de custos.

Nessa análise, o cliente/usuário consegue perceber e saber facilmente quanto é possível reduzir custos, com base na operação atual do equipamento. E a LABRA foi parceira fundamental na construção desta ferramenta. Após receberem o levantamento técnico das equações e formulações matemáticas, fizeram a programação rodar/funcionar do jeito que gostaríamos.

O resultado foi incrível. Em seis meses de uso desta ferramenta, tivemos um balanço muito positivo. Foram mais de 700 análises e novas prospecções, que acreditamos serem futuros negócios.

Além dessas prospecções, temos uma riqueza muito grande nas informações. Ou seja, a certeza da viabilidade do playback de cada análise. As propostas não são atoa, têm fundamento técnico por trás e, na prática, são os clientes que fazem essa pergunta: Por que não investir? Quanto custa não investir numa melhoria proposta pela Agência LABRA?”

Gostou? Tem interesse em tirar do papel aquele projeto inovador e não sabe por onde começar? Conte com nossa equipe para conversar, clique aqui

O Marketing Industrial é um grande desafio para os engenheiros

O Marketing Industrial é um grande desafio para os engenheiros

Ao trabalhar com o marketing industrial, as empresas dialogam com um perfil muito característico. Afinal de contas, não estamos despertando um desejo de consumo, como ocorre com o consumidor final, mas apontando soluções para quem já é especialista.

Ou seja: o desejo já está presente nesse perfil, ele sabe o que quer. A questão, por meio do marketing industrial, é o impacto que os seus serviços e produtos podem gerar no trabalho que ele exerce, explorando os benefícios para o empreendimento dele — e não para ele em si.

Quer saber mais a respeito? Então, entenda conosco como você pode usar o marketing industrial — inserido nesse contexto de indústria 4.0 — para abordar, interagir e relacionar-se com o perfil de engenheiros!

Baixe nosso e-book exclusivo sobre Marketing Industrial e como gerar novas vendas - Agência Labra

O desafio proposto pelo marketing industrial

Como havíamos adiantado, não se trata de mostrar como você vai melhorar a rotina do seu público-alvo, mas como você vai agregar mais resultados para o seu negócio.

Mais que isso: você não está nutrindo sensações intangíveis, mas trabalhando com dados, fatos e resultados. Os números falam alto, para quem cuida de uma empresa, e são eles que motivam um interesse dos engenheiros ao se relacionarem com empresas como a sua.

Alguns aspectos a serem considerados para que o marketing industrial praticado por você impulsione os resultados:

  • engenheiros costumam racionalizar o problema. Por isso, a sua argumentação de marketing deve focar na redução de riscos, na facilitação de processos e na promoção de resultados, não em emoções que o seu produto ou serviço possa gerar nele, pessoalmente;
  • lembre-se que você pode não estar lidando com um engenheiro, apenas, mas um conselho, dezenas de acionistas ou uma equipe inteira;
  • a jornada de compra deve ser profundamente mapeada para que você entenda o processo de venda mais alinhado ao perfil do seu consumidor;
  • engenheiros não odeiam marketing, como você pode ter ouvido popularmente: quem disse isso apenas não identificou a estratégia mais eficaz para relacionar-se com eles.

Para que isso fique ainda mais evidente para você, no tópico seguinte vamos destacar alguns dos benefícios em investir no marketing industrial.

Os benefícios de investir em marketing digital

Hoje em dia, é muito difícil projetar o crescimento de uma empresa sem usar a internet como meio de divulgação, comunicação e também de vendas.

Afinal de contas, mais da metade da população global já está conectada — inclusive, os engenheiros que fazem parte do seu público-alvo.

Até por isso, o marketing industrial (uma vertente do marketing digital) tem tudo para ser uma estratégia diferenciada par alcançar e impactar o consumidor ideal da sua empresa. Veja alguns benefícios em tomar essa decisão:

Mensuração de resultados

As tecnologias atuais permitem que a gente acompanhe as performances de suas campanhas. Assim, você pode modificá-las em tempo real para que as metas projetadas permaneçam em constante evolução.

Sem falar que é uma excelente forma de compreender o que o seu público consome de conteúdos, contribuindo para que você modifique as ações até impactar, em cheio, as necessidades e objetivos dos seus clientes em potencial.

Assertividade

Diferentemente do marketing tradicional, o marketing industrial visa alcançar um número menor de pessoas — com a diferença que todas as pessoas impactadas tenham a possibilidade de adquirir os seus produtos ou serviços.

É o balanceamento, no fim das contas, da quantidade contra a qualidade. Se, na TV, muitas pessoas veem os anúncios, mas poucas têm interesse neles, o marketing industrial é mais assertivo — o que também ajuda a valorizar o seu investimento.

Presença digital

Por fim, lembre-se que os engenheiros também possuem presença digital. Inserir a sua marca nesse meio é um passo fundamental para alinhar a sua empresa às demandas do mercado e, principalmente, às exigências e preferências do seu público-alvo.

Marketing industrial e Presença digital para o engenheiro

Como resultado, você gera diferenciais competitivos e impulsiona a sua marca para que mais pessoas conheçam o seu negócio e vejam você como uma autoridade no assunto.

Para que você entenda, agora, como o marketing industrial tem sido constantemente moldado para atender a esse nicho de mercado tão específico, aproveite para ler também nosso artigo que explora as grandes dificuldades em trabalhar o marketing de conteúdo na indústria!

9 estratégias do marketing 4.0 aplicadas na indústria

9 estratégias do marketing 4.0 aplicadas na indústria

Vivemos em uma época de revitalização de conceitos, o marketing 4.0 já bateu à porta do empreendedorismo e, quem se antecipou às suas principais estratégias pode ter reparado os diferenciais competitivos gerados.

Até mesmo a indústria não escapou à modernização: o conceito de indústria 4.0 também é citado e repercutido à velocidade das conexões e dos negócios digitais. E é aí que entra a pergunta de muitos empreendedores: e como agregar esses conceitos, técnicas e tecnologias em minha empresa?

É para responder essa questão que bolamos este post. Confira conosco, 9 estratégias do marketing 4.0 que podem ser aplicadas na indústria!


[e-book] Indústria 4.0 e os desafios do setor | Baixar gratuitamente | Agência LABRA

Marketing 4.0 e indústria 4.0: o que são?

São reflexos imediatos da transformação digital da qual somos testemunhas. Seu impacto em nossa vida cotidiana fez com que repensássemos nossa relação com o mercado, o empreendedorismo, o consumo e os relacionamentos.

A conectividade, então, ganhou a rotulagem de marketing 4.0, para atrair e se relacionar com os consumidores e clientes em potencial das empresas. Na mesma proporção, a indústria 4.0 é o alinhamento às tendências tecnológicas que ajudam a gerar produtividade com economia, precisão e lucros. A automação, por exemplo, é um dos principais pilares do conceito, que torna a mão de obra humana mais estratégica e menos pautada em tarefas mecânicas.

Marketing 4.0 e indústria 4.0: o que são? | Marketing 4.0 e Indústria 4.0 | Agência LABRA

Com os conceitos devidamente explorados, vamos entender então quais estratégias estão profundamente adaptadas a esses conceitos tão populares e consolidados em nossas rotinas!

1. A nova era do consumo digital

Nas relações digitais, o conteúdo é tido como o rei. Afinal de contas, ele é uma resposta imediata às pesquisas que o seu público-alvo faz na internet. Quanto melhor estiverem alinhadas ao perfil do seu consumidor, mais fácil será atrair novos consumidores até você.

E isso vale para empresas de todos os portes e segmentos de atuação. Na indústria ou no comércio, estamos diante de um espetáculo de transformações, em que consumimos o conteúdo na medida certa para cada um de nossos problemas. As empresas que compreendem isso têm mais chances de gerarem diferenciais competitivos.

2. Atendimento em um novo patamar

O atendimento ao cliente também evoluiu e se metamorfoseou dentro dos conceitos de marketing 4.0 e, de indústria 4.0 — a já citada automação é um ótimo exemplo disso.

Atendimento em um novo patamar | Marketing 4.0 e Indústria 4.0 | Agência LABRA

Por meio dos bots as empresas estão aprendendo a configurar um atendimento automático, que independa de interação humana para funcionar. Os benefícios disso? Menos tempo de espera, solução agilizada e mais produtividade.

E não é só isso: quando analisamos as redes sociais, por exemplo, percebemos que os canais de comunicação se multiplicaram. Cabe às empresas analisarem a melhor maneira para ter as respostas em pouco tempo, e com o máximo de qualidade para tornar a experiência do consumidor satisfatória — para dizer o mínimo.

3. O verdadeiro valor do Marketing

O marketing 4.0 tem uma série de responsabilidades — todas elas integradas, mas com particularidades que demandam atenção em múltiplos níveis.

Por exemplo: você quer atrair novos clientes para a sua empresa e, para isso, usa as estratégias de marketing digital para educar, entreter e informar o seu público. Na mesma proporção, você pode usar as mesmas ações para impulsionar sua presença digital, construir sua autoridade no mercado e se relacionar com os atuais consumidores.

Portanto, o marketing está mais versátil do que nunca. E é importante conhecer as principais estratégias e também as tecnologias do mercado. Pois elas contribuem para uma análise eficiente das métricas de cada campanha realizada.

Isso mostra, inclusive, algo que o marketing digital tem de diferencial: a possibilidade de mensurar todas as suas ações. Como resultado, você aprende continuamente o que funciona, em suas ações, o que pode ser replanejado e, o que não surte o menor efeito em seu público-alvo. Todo esse processo é novo e está em constante desenvolvimento, daí a importância em estar antenado às principais tendências do setor. Entre elas, destacamos as seguintes:

  • Humanize a sua marca, pois assim a interação com o consumidor é mais objetiva e tangível — é importante que os usuários sintam estar em diálogo com uma pessoa, e não com uma “marca”;
  • O marketing de conteúdo é um exemplo já citado neste artigo, e que serve para atrair, relacionar-se e fidelizar o cliente em potencial, além de fortalecer os laços com quem já é um costumeiro consumidor de suas soluções;
  • A experiência omnichannel é outra, e que chegou para ficar. As ações integradas devem transitar também entre o digital e o offline. Afinal de contas, você não precisa impactar o seu público apena no mundo digital.

4. Planejamento e análise criteriosos

O marketing 4.0 permite que você estude profundamente o seu público-alvo. Ou seja, a partir de tecnologias e por meio do acompanhamento de métricas, você identifica o público que você quer dialogar, impactar e encantar.

Planejamento e análise criteriosos | Marketing 4.0 e Indústria 4.0 | Agência LABRA

Como resultado, o planejamento se torna muito mais efetivo. E que pode ser completado a partir da análise do mercado — e, consequentemente, de sua concorrência. É com esse pensamento 360° que você identifica novas oportunidades, carências e estratégias repaginadas para desenvolver a sua marca.

5. O papo de vendedor não é mais o mesmo

No início do artigo, falamos a respeito desse ponto: o consumo do usuário mudou e, por consequência, não dependemos exclusivamente dos argumentos de venda do vendedor.

No marketing 4.0, vendas e marketing são setores indissociáveis: um depende do outro para fazer um trabalho realmente produtivo. O setor de vendas, para se municiar com toda informação gerada pelo marketing e, eles para compreenderem quais dados foram relevantes para os vendedores concluírem uma negociação.

O consumidor está bem informado, hoje em dia, e a lábia não pode, — e tampouco deve — ser a única arma dos seus vendedores. Atenção a isso!

6. Monitoramento de desempenho e resultados ROI

Já destacamos isso, mas vale o reforço. O marketing 4.0 é agraciado com a possibilidade de monitorarmos, praticamente, toda campanha realizada. Isso significa que a imensa quantidade de dados gerados não passa despercebida pela sua empresa.

Monitoramento de desempenho e resultados ROI | Marketing 4.0 e Indústria 4.0 | Agência LABRA

Por sua vez, é necessário contar com ações analíticas que integrem as informações, compilem os dados e, gerem relatórios que você possa analisar e, em tempo real, modificar para obter resultados ainda melhores.

7. Diferenciação e entrega

A essa altura você deve estar pensando que, muitos outros empreendedores já entenderam os benefícios e diferenciais do marketing 4.0 em suas empresas. Como fazer diferente então?

Pois aí está o segredo, ao construir os diferenciais de sua marca, todas as suas ações devem ser pautadas por essa essência. A percepção de valor deve partir do consumidor, é verdade, mas cabe a você criar uma experiência de compra que se destaque — e, isso só é feito pelo conjunto de ações que já destacamos aqui e, que ainda falaremos nos próximos tópicos.

8. Relacionamento e valorização do cliente

Com base em tudo o que vimos aqui, é indispensável pensar que o centro de todo o seu planejamento é um só: o seu consumidor ideal. É por meio desse conhecimento que você traça planos, metas e objetivos, cria campanhas e produz conteúdos.

Relacionamento e valorização do cliente | Marketing 4.0 e Indústria 4.0 | Agência LABRA

Dessa maneira, tenha em mente que as estratégias de marketing 4.0 são idealizadas com o propósito de aproximar você do seu público-alvo, conhecê-lo e, personalizar cada uma de suas estratégias para que o consumidor pense (e encontre) primeiro em sua empresa.

9. Você seleciona seu cliente

Por fim, o marketing 4.0 — no contexto da indústria 4.0, — é um conjunto de estratégias e tecnologias que permite a você, um diálogo franco, objetivo e direto com quem tem real interesse em seus resultados.

Pense: diferentemente do marketing tradicional, as suas campanhas vão impactar quem demonstre interesse em pesquisar sobre algo relacionado ao que a sua empresa tem a oferecer. Isso faz com que o seu investimento seja muito melhor direcionado e, os resultados, mais impactantes.

Quer saber um pouco mais a respeito do conceito geral que nos norteou ao longo de todo este artigo? Então, confira nossas considerações a respeito do marketing 4.0!

Marketing Industrial: Como gerar novas vendas com esta estratégia | Baixe gratuitamente nosso material | Agência LABRA